terça-feira, 1 de fevereiro de 2022

Presidente da Petrobras mostra ‘estrago’ feito por governos petistas: ‘gerou prejuízo de 28,3 bilhões e virou símbolo de um período vergonhoso’


Durante a cerimônia de Pré-Partida da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) do Gaslub Itaboraí, o presidente da Petrobras, general Silva e Luna, explicou como o governo Bolsonaro “virou o jogo” ao receber um projeto falido pelos anos de corrupção na estatal durante os governos petistas. 

O general lembrou que a cidade de Itaboraí e seu entorno teve uma grande expectativa de desenvolvimento, que foi frustrada, e que agora é retomada. Silva e Luna disse: “o redesenho do projeto não foi fácil. Não faltaram desafios para corrigir a rota torta ao longo dessa jornada. Primeiramente, o denominado COMPERJ, o projeto nasceu de uma fraudulenta e enganosa previsão de implantação de um grande projeto petroquímico com conclusão prevista para 2012. Mas o que era expectativa virou frustração. Com o tempo, o projeto mostrou-se inviável. Depois de 14 anos, inacabado e acumulando gastos, o COMPERJ nunca gerou qualquer retorno para a sociedade. Gerou, sim, um prejuízo de 28,3 bilhões e virou também um símbolo de um período vergonhoso da história da Petrobras. Tivemos que virar aquela página sem esquecê-la, para não ser repetida, e reescrever outra história”.

O presidente da Petrobras explicou que, após a ação do governo Bolsonaro, o complexo deixou de ser um símbolo da corrupção e “virou um dos símbolos da nossa retomada estratégica”. 

No Brasil, a pretexto de combater a pandemia, até mesmo a liberdade religiosa foi restringida, juntamente com as liberdades de expressão, de imprensa, de ir e vir, e de trabalhar, entre outras. Para um grupo de cidadãos, direitos e garantias fundamentais estão suspensos: há prisões políticas, censura, apreensão e confisco de bens, sem o devido processo legal. 

A renda de jornais, sites e canais conservadores, entre eles a Folha Política, está sendo confiscada desde 1º de julho 2021, a mando do ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Felipe Salomão, para inviabilizar o jornalismo conservador independente. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir o fechamento do jornal, doe qualquer valor pelo Pix, usando o código ajude@folhapolitica.org ou o QR code visível na tela. Se preferir transferência ou depósito, a conta da empresa Raposo Fernandes está disponível na descrição do vídeo e no comentário fixado no topo. 

Há quase 10 anos, a Folha Política faz a cobertura dos fatos da política brasileira e dá voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...