quarta-feira, 30 de março de 2022

Bolsonaro adverte para usurpações e confronta Lula: ‘bandido-mor que não tem um dedo’


O presidente Jair Bolsonaro participou da cerimônia de lançamento do 5G no Agro e da entrega de pontos de wi-fi e computadores para escolas do Piauí. O presidente foi recebido por uma multidão, que gritava “mito” e “fora PT”. Bolsonaro passeou entre a multidão, cumprimentando os cidadãos, até chegar ao palanque para seu discurso. 

O presidente disse: “Agradeço a Deus pela minha segunda vida e, também, pela missão de estar à frente do Executivo Federal. Não é fácil, mas, se fosse, estaria na missão de outra pessoa. Quanto mais difícil, com mais galhardia e vontade a gente enfrenta”.

Bolsonaro lembrou que seu governo enfrentou problemas em uma escala inédita e disse: “Temos uma guerra. Enfrentamos problemas outros. Peguei um Brasil em janeiro de 2019 com sérios problemas éticos, morais e econômicos. Escolhi um ministério à altura do país e da responsabilidade para com o seu povo. Não roubar não é virtude. É uma obrigação de cada um de nós”

O presidente relembrou: “Quando se fala em corrupção, é bom citar um número: a Petrobras, durante a Gestão Vermelha, entre 2003 e 2015, foi endividada em 900 bilhões de reais. Isso em virtude de desvios, roubos, obras inacabadas. Dá para fazer aproximadamente 70 transposições do Rio São Francisco. Olha o tamanho do roubo que tínhamos no Brasil. Fora bilhões desviados do BNDES e da Caixa Econômica Federal. Somando a roubalheira toda nesses anos, aproxima-se de 3 trilhões de reais. Dinheiro nosso, de vocês, que foi desviado”

Mencionando que estava em uma zona rural, Bolsonaro disse: “Como acalmamos o MST? Tiramos dinheiro de ONGs que iam para o MST. Também titulamos terras. Titulamos mais terras que os últimos três governos de nosso Brasil. Terceiro: segurança pessoal. Flexibilizamos o Estatuto do Desarmamento. Está muito mais fácil comprar armas. Quem é CAC tem direito a comprar fuzis no meu governo. Em primeiro lugar, a segurança de vocês parte de vocês mesmos”. O presidente acrescentou: “Não podemos admitir que só bandidos tenham armas, nem que bandido seja defendido por aquele bandido-maior que não tem um dedo na mão”.

O presidente prosseguiu: “Nós conhecemos na pele o que foi feito nos últimos 14 anos. Não queremos isso de volta. Ninguém está fazendo campanha política, estamos colocando na mesa o que foi feito no nosso país”. 

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo do ministro Luís Roberto Barroso. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas.

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, inclusive celulares e tablets dos sócios e de seus filhos. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há quase 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...