quarta-feira, 2 de março de 2022

Bolsonaro relembra motivos da dependência brasileira e aponta projeto que pode resolver problema de fertilizantes


O presidente Jair Bolsonaro publicou, pelas redes sociais, um discurso proferido na Câmara dos Deputados, em 2016, quando já alertava sobre a dependência brasileira da Rússia em relação ao potássio. O presidente disse: 

“-O POTÁSSIO e a nossa segurança alimentar.

-Em 2016, como deputado, discursei sobre nossa dependência do potássio da Rússia. Citei 3 problemas: ambiental, indígena e a quem pertencia o direito exploratório na foz do Rio Madeira (existem jazidas também em outras regiões do país).

- Nosso Projeto de Lei n° 191 de 2020, "permite a exploração de recursos minerais, hídricos e orgânicos em terras indígenas". Uma vez aprovado, resolve-se um desses problemas.

- Com a guerra Rússia/Ucrânia, hoje corremos o risco da falta do potássio ou aumento do seu preço. Nossa segurança alimentar e agronegócio (Economia) exigem de nós, Executivo e Legislativo, medidas que nos permitam a não dependência externa de algo que temos em abundância”.

Durante entrevista, o presidente também apontou: “Na questão dos fertilizantes, nós temos potássio, uma área que daria o tamanho de metade do Rio de Janeiro na foz do Rio Madeira. Agora, aquilo é demarcado como terra indígena. Essa área, no passado, era de competência da Petrobras explorá-la. Li uma matéria do Xico Graziano falando que a exploração havia passado para uma empresa vinculada ao Canadá. Responderam para mim com o carimbo de confidencial. Se eu falasse alguma coisa, iria responder por um crime de responsabilidade com a nossa nação. Depois, fiquei sabendo que a Petrobras fez um distrato, pagou uma fortuna e desfez. Veio-me à cabeça, agora, sobre, talvez, uma indústria do distrato. Vou mandar investigar”.

A renda deste vídeo e de todos os outros da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com respaldo e apoio de Luís Roberto Barroso, ministro do STF e do TSE. O ministro Salomão decidiu, de forma monocrática e em um inquérito administrativo, confiscar toda a renda da empresa, a pretexto de impedir a divulgação de discursos que não lhe agradam. Sem a renda, a empresa em breve não poderá mais manter sua estrutura em funcionamento, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores.  Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org.  Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...