sábado, 12 de março de 2022

Coronel Tadeu compara poder de compra e ‘desmonta’ narrativa sobre preço da gasolina no governo Lula


O deputado federal Coronel Tadeu, em live transmitida por suas redes sociais, rebateu a narrativa de que, no governo do ex-presidente Lula, o combustível era barato. O deputado explicou que, embora o litro da gasolina custasse menos, o salário mínimo também era muito menor. Coronel Tadeu fez a conta e mostrou que, em termos de poder de compra, o brasileiro pagava mais caro pelo combustível no governo Lula do que paga hoje no governo Bolsonaro. 

O deputado lembrou ainda que o preço dos combustíveis aumentou em todo o mundo, e que o Brasil não está em uma situação pior do que outros países. Ele explicou que um dos principais motivos para os altos preços do combustível é o fato de o Brasil não ter capacidade de refino. Coronel Tadeu explicou que, embora sejamos auto-suficientes na produção do petróleo, o Brasil precisa importar os produtos refinados. 

Coronel Tadeu lembrou que o ex-presidente Lula investiu bilhões para iniciar refinarias no Brasil mas não as concluiu. Ele comparou com uma refinaria na Índia, mostrando que os indianos construíram a maior refinaria do mundo gastando um terço do que o Brasil gastou em Abreu e Lima, e processam 10 vezes mais petróleo. O deputado lembrou ainda que o PT, ao anunciar o descobrimento de novos depósitos de petróleo, deveria ter investido em refinarias, para que a produção e o refino crescessem ao mesmo tempo. Como isso não ocorreu, “ficamos para trás no refino de petróleo”. 

A renda deste vídeo e de todos os outros da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral. Caso o mesmo vídeo seja reproduzido pela velha imprensa ou por sites e canais de extrema-esquerda, não será considerado uma ameaça à democracia. 

O confisco de renda ordenado pelo ministro e mantido pelo atual corregedor do TSE atinge todos os vídeos produzidos por canais conservadores, independente do conteúdo. Essa decisão recebeu o apoio e aplauso do ministro Luís Roberto Barroso, do STF, ex-presidente do TSE, e se soma a outras medidas já tomadas contra a Folha Política, como a apreensão de todos os equipamentos promovida pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, em inquérito que foi arquivado por falta de indícios de crime. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe qualquer valor pelo Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...