quinta-feira, 17 de março de 2022

Deputado Otoni de Paula faz desafio ao ministro Alexandre de Moraes e detona Lula: ‘agora está sem filtro’


O deputado federal Otoni de Paula subiu à tribuna da Câmara dos Deputados com uma mordaça na boca, para relembrar que há 7 meses está sendo censurado, mesmo em pleno exercício do mandato, pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, sem que a Casa Legislativa se manifeste em sua defesa, ou em defesa de outros parlamentares censurados. O deputado apontou: “o mais interessante é que esta Casa se apequena quando não se manifesta favoravelmente a um de seus membros”. 

O deputado lembrou que o ministro Alexandre de Moraes quebrou seus sigilos e desafiou o ministro a quebrar seus próprios sigilos, em especial o bancário, ainda que por 5 minutos. Otoni de Paula disse: “Ministro, quebre os seus sigilos por 5 minutos se o senhor achar algo que me comprometa. Pode procurar até telefone de amante no meu celular — de amante! Traga à tona! Se achar algo, está desafiado o senhor, Ministro: quebre os seus sigilos, abra os seus sigilos, principalmente bancários, por 5 minutos. E eu quero ver quem vai se sustentar de pé nesta Nação: eu ou o senhor”.

O deputado também ironizou a atitude do ex-presidente Lula, que vem radicalizando seu discurso em sua campanha eleitoral. O deputado relatou que Lula se reuniu com banqueiros, que deixaram de ganhar bilhões em tarifas no governo Bolsonaro. Otoni de Paula ironizou: “dá para entender o ódio para com Jair Messias Bolsonaro! É um ódio que só aumenta. Por quê? Porque agora os endinheirados já não podem mais buscar empréstimos baixos num BNDES da "silva" ou da vida, ou num Banco do Brasil, ou numa Caixa Econômica Federal. Nenhum Presidente arrumou tanta confusão quanto Jair Bolsonaro. Eita homem para gostar de confusão!”. 

A Folha Política mostra, há quase 10 anos, fatos da política brasileira, que incluem atos, pronunciamentos, eventos e declarações de membros dos três poderes, inclusive do atual presidente da República eleito democraticamente pela maioria da população. Antes de sua eleição, a Folha Política mostrou atos dos presidentes anteriores, e, da mesma forma, pretende continuar mostrando os atos dos próximos presidentes, assim como a cobertura completa de fatos de relevância nacional no âmbito da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, das Assembleias Legislativas estaduais, das câmaras municipais, do STF e de outros tribunais. Contudo, atualmente, a renda do jornal está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, que decidiu inviabilizar o funcionamento de sites e canais conservadores, privando-os dos meios de sobrevivência. 

O confisco de renda atinge todos os vídeos produzidos pelo canal, independente do conteúdo. Essa decisão recebeu o apoio e aplauso do ministro Luís Roberto Barroso, do STF, presidente do TSE, e se soma a outras medidas já tomadas contra o canal, como a apreensão de todos os equipamentos promovida pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, em inquérito que foi arquivado por falta de indícios de crime. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe qualquer valor pelo Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...