quarta-feira, 16 de março de 2022

Dono da Havan, Luciano Hang rebate ataque de petistas, detona Lula e alfineta Dilma ao explicar preço dos combustíveis


O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, explicou, em live transmitida por suas redes sociais, como funciona a determinação do preço dos combustíveis. O empresário, que possui postos de combustíveis, explicou que é necessário esclarecer pontos que são alvo de intensa desinformação por parte da esquerda. Hang disse: “O pessoal do outro lado já está soltando ‘fake news’: ‘Se eu estivesse no poder, baixava o preço, vendia em reais’. Tudo papo furado. Um determinado candidato foi o responsável quase pela quebra da Petrobras. Precisamos lembrar do que aconteceu nos últimos anos, as pessoas precisam voltar à memória. As pessoas colocam coisas na cabeça e os desavisados não entendem o que está acontecendo”. 

O empresário disse: “Você não pode se deixar enganar e trocar o futuro do nosso país por mentiras. O que impacta o preço do combustível que você coloca no seu carro? Muitas vezes, é o dólar. Muitas vezes, é o preço do barril do petróleo. Commodities: produtos que vende no mundo todo e tem um preço único. Soja, milho, barril do petróleo. Todas têm preços mundiais e são cotadas em dólares, grande parte em bolsas internacionais. Isso eleva o preço e automaticamente impacta no preço da bomba”

Luciano Hang relembrou: “Quando começou a pandemia, baixou muito o preço do barril do petróleo e subiu o dólar. Vivemos dois dilemas. Em país com moeda forte, como nos Estados Unidos, o preço subiu por causa do preço do barril. Hoje, vivemos o impacto da guerra. As pessoas perguntam: ‘O governo não poderia ir lá e baixar na canetada?’. Não dá, pessoal. O mercado gere os preços. Cada vez que o governo tenta interferir, não dá certo. Querer tabelar preços, baixar na marra, não funciona. Represa e, depois, vem tudo de uma vez só. O que o governo pode fazer é baixar impostos. E qual é o maior imposto que incide sobre o preço da gasolina? É o ICMS do estado. Os impostos federais são poucos, mas o estadual impacta muito”.

Ademais, o empreendedor ressaltou: “Se não tivessem roubado tanto, se tivessem terminado a refinaria de Abreu e Lima, segurado as privatizações por tanto tempo. Sou contra vender a Petrobras para uma empresa, mas sou a favor de que haja muitas empresas prospectando petróleo, refinando, e aconteça como no comércio: muitas empresas, tendo o melhor produto pelo menor preço. Estou fazendo essa live para que você não coloque na conta do presidente Jair Bolsonaro o aumento do combustível. Aquele pessoal vai querer enganar vocês, dizer que, se estivesse no poder, faria diferente. A Dilma quase quebrou todo o sistema elétrico brasileiro. Estamos pagando a conta até hoje”.

O empresário Luciano Hang é alvo de intensa perseguição por ter manifestado apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Ele é perseguido por setores do Judiciário, em inquéritos que se baseiam em supostas reportagens produzidas pelo cartel midiático e aceitas como prova mesmo sem apresentarem qualquer suporte fático. Em um dos exemplos, o empresário foi incluído entre os investigados em vários inquéritos após um jornal afirmar que ele financiaria “disparos de zap”, com valores astronômicos. O empresário processou o jornal, e, quando o caso foi analisado por um juiz de Direito, o juiz reconheceu que não havia qualquer elemento fático que justificasse a acusação e condenou a jornalista e o jornal, reconhecendo que não houve o mínimo esforço de apuração. 

O mesmo procedimento de aceitar depoimentos de testemunhas suspeitas e interessadas, e tomar suas palavras como verdadeiras, se repete em diversos inquéritos nas Cortes superiores. Esses depoimentos, “relatórios” e “reportagens”, produzidos por pessoas interessadas, embasam medidas extremas contra conservadores, como buscas e apreensões, censura, e até mesmo prisões. 

A Folha Política já teve sua sede invadida e todos os seus equipamentos apreendidos. Atualmente, toda a renda do jornal está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o aplauso do então presidente daquela corte, Luís Roberto Barroso. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir o fechamento do jornal, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem fazendo a cobertura da política brasileira, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer calar vozes conservadoras. Pix: ajude@folhapolitica.org

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...