quinta-feira, 31 de março de 2022

Senador Styvenson se indigna com Moraes, do STF: ‘enquanto nós discutimos aqui e falamos o óbvio, um Ministro do STF está executando o absurdo’


O senador Styvenson Valentim, durante sessão do plenário do Senado, fez uma dura avaliação da situação envolvendo o deputado Daniel Silveira e o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes. O senador disse: “enquanto nós discutimos aqui e falamos o óbvio, um Ministro do STF está executando o absurdo: proibir um Parlamentar eleito democraticamente pelo voto direto de participar de eventos públicos e obrigá-lo a usar tornozeleira? Isso não é razoável, isso é uma humilhação. Afirmando que a decisão, que a ordem pode ser cumprida, inclusive como está sendo, nas dependências da Câmara? O Congresso virou o quê? A Casa da mãe Joana?”.

O senador acrescentou, dirigindo-se ao senador Romário, que presidia a sessão: “o senhor, como um grande atleta, sabe muito bem que nós não podemos ter juízes parciais movidos por paixões ou por interesses pessoais. A força de uma caneta em descompasso com a própria Constituição, quando, em verdade, deveria ser em salvaguarda da separação dos Poderes, da inviolabilidade de um Parlamentar com a presunção da inocência e o inquérito monocrático, que não está sendo observado, são todos excessos. Não dá para ficar calado, não dá para suportar”. 

O senador lembrou: “Não dá para a gente não citar para uma reflexão, Sr. Presidente, alguém que age contra a Justiça e o deixamos agir, então, estamos cometendo uma injustiça também. Gandhi disse isso. Então, vamos ver, rever tudo isso, o equilíbrio entre os Poderes, porque não dá mais para a gente ficar assistindo Ministros, não só do Supremo, mas como todos os outros, interferindo na vida e no cotidiano das pessoas”.

A renda deste vídeo, que mostra um pronunciamento de um senador da república durante sessão do Senado Federal, está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral. O ministro mandou confiscar a renda de vários sites e canais conservadores, entre eles a Folha Política, sem distinção de conteúdos. A decisão do ministro, que visa impedir a atividade do jornalismo conservador independente, foi aplaudida pelos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir que o jornal seja fechado, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela, ou pelo código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira e enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer o controle da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...