terça-feira, 19 de abril de 2022

Bolsonaro assiste a impressionante demonstração de helicópteros, blindados e tropas do Exército


Na data em que se comemora o Dia do Exército, o presidente Jair Bolsonaro assistiu a impressionantes demonstrações da força terrestre brasileira, e discursou aos militares. Em seu discurso, o presidente enfatizou um trecho do discurso do comandante do Exército, general Freire Gomes, que disse: “o cidadão, ao respeitar e valorizar seus soldados, em essência está investindo na garantia do seu bem maior - a sua liberdade”. Bolsonaro acrescentou: “As FFAA não dão recado. Elas estão presentes. Elas sabem como proceder. Sabem o que é melhor para o seu povo, o que é melhor para o seu país. Elas têm participação ativa na garantia da lei e da ordem, da nossa soberania e do regime sob o qual o povo quer viver. E nós sabemos que, esse regime, acima de tudo está a nossa liberdade. Porque todos sabem que um homem ou uma mulher, sem liberdade, não vive”.

O presidente também falou da importância da lisura e transparência das eleições, lembrando que as Forças Armadas participarão de todas as etapas da eleição deste ano. Bolsonaro disse: “nós todos, um dia, militares,  juramos dar a vida pela nossa pátria se preciso for. E todos nós, povo brasileiro, faremos mais do que isso para garantir a nossa liberdade e para garantir que todos, sem exceção, joguem dentro das 4 linhas da nossa Constituição”. 

Este vídeo mostra a participação do presidente da República, eleito democraticamente pela maioria da população, em um evento comemorativo do Exército Brasileiro. A Folha Política mostrou este e outros atos e pronunciamentos do presidente da República, e de representantes dos três poderes, assim como atos, eventos e declarações de pessoas relevantes para o debate público. 

Entre inúmeros conteúdos da vida política brasileira, a Folha Política mostrou ao público os debates em torno de uma Proposta de Emenda à Constituição que visava aperfeiçoar o sistema eleitoral. A Folha Política mostrou os debates promovidos pelos proponentes da PEC, e também os debates ocorridos na Câmara dos Deputados, desde a proposição, passando pela Comissão Especial que debateu o tema, pela Comissão de Constituição e Justiça, até sua votação em plenário. O jornal também mostrou os pronunciamentos do presidente da República sobre o tema.  Foram expostos os argumentos favoráveis, contrários, e inclusive os argumentos dos partidos que defenderam a proposta, mas votaram contra. 

O ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio de Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, considerou que mostrar o debate público, com as opiniões de agentes legitimamente eleitos pelo povo e de figuras relevantes da política nacional, seria alguma espécie de “ataque” a alguma instituição. Em decisão inédita, o ministro mandou confiscar a renda do jornal, assim como de outros sites e canais conservadores, para impedir suas atividades. Há mais de 9 meses, toda a nossa renda vem sendo retida, sem qualquer justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. 

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...