terça-feira, 19 de abril de 2022

Bolsonaro faz forte desabafo em encontro com evangélicos: ‘me sinto um presidiário sem tornozeleira eletrônica’


Durante pronunciamento em encontro com lideranças evangélicas, o presidente Jair Bolsonaro fez um forte desabafo sobre a dificuldade de conduzir o Executivo com a oposição ferrenha da velha imprensa e da velha política. O presidente afirmou: “Por melhor que seja a residência onde eu esteja, o silêncio, a solidão, é ensurdecedora. Muitas vezes me sinto ali um presidiário sem tornozeleira eletrônica. Mas sei que estou colaborando com meu país, tendo boas pessoas ao meu lado”.

O presidente também alertou para perigos que rondam o país. Ele relatou: “Há dois dias, recebi a presidente da OCDE. Veio para pedir para exportarmos mais alimentos. Os senhores sabem que nós não temos estoques para isso. Aproveitei o momento para pedir a ela que embargos de fertilizantes não ocorram no mundo todo, bem como que esses fertilizantes não continuem aumentando de preço. Caso contrário, podemos brevemente estar envolvidos na guerra mais cruel que se pode imaginar - a guerra da segurança alimentar. E nós sabemos, em casa onde falta pão, todos brigam e ninguém tem razão. O mundo corre esse risco. Algo que acontece a 10, 20 mil km de distância tem reflexos no Brasil e no mundo todo”. 

O presidente acrescentou: “A gente pede a Deus, sempre, que nos dê esperança. Que acalme os corações de quem quer que seja para que possamos voltar à normalidade”. 

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 9 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...