quinta-feira, 7 de abril de 2022

Bolsonaro rebate ataque de Lula à classe média e alerta para o PCdoB: ‘Barbaridades, mão do socialismo entrando na sua casa’


Em sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro comemorou a derrota da esquerda no PL 2630, da Lei da Censura, e rebateu declarações do ex-presidente Lula e narrativas da rede Globo destinadas a desgastar o seu governo. 

O presidente apontou que faltaram apenas 9 votos para que os apoiadores da censura conseguissem fazer avançar seu projeto. Ele brincou: “qual seria minha posição como parlamentar? Eu nem leria. Quem era o relator? Um cara do PCdoB. Como regra, qualquer projeto do PT, PCdoB, é ruim”. O presidente apontou que, com o PL 2630, “estariam iniciando a censura neste país”. O presidente também apontou postagens do relator do projeto que se encaixariam no conceito de fake news, como narrativas que o ligam ao assass** da vereadora Marielle Franco. Ele disse: “quer mais fake news do que isso?”. 

O presidente Bolsonaro rebateu declarações do ex-presidente Lula, que criticou uma suposta “ostentação” da classe média brasileira. Bolsonaro disse: “o cara diz, entre outras barbaridades, que você só pode ter uma TV em casa. Ou seja, é a mão do socialismo entrando na sua casa”. O presidente disse que Lula fica “falando abobrinha por aí, querendo interferir inclusive no que você tem em casa. É o mesmo cara que fala que a pauta de família e de valores é uma coisa muito atrasada”. Bolsonaro lembrou que, nos governos petistas, a instituição da família era atacada, e apontou ainda que Lula “defendeu abertamente o aborto”. 

O presidente rebateu ainda matérias da rede Globo, que chamou de “fábrica de fake news”. Bolsonaro mencionou “matéria” que apontava as 5 suspeitas de corrupção que a emissora conseguiu associar ao seu governo em pouco mais de 3 anos. O presidente comentou cada uma das acusações, mostrando que não há qualquer fato concreto de corrupção. Ao comentar um dos casos, Bolsonaro disse: “uma acusação sem-vergonha, mais uma por parte do Globo, para desgastar o general Braga Netto”.

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas.

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há quase 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...