sexta-feira, 1 de abril de 2022

Deputado ‘explode’ ao apontar covardia do Congresso diante de Moraes e do STF: ‘Estu… a Constituição’


Durante sessão do plenário da Câmara, o deputado Sóstenes Cavalcante fez um apelo ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. O deputado pediu: “volte-se a ser um homem amante da Constituição e da democracia brasileira”. O deputado mencionou o caso do deputado Daniel Silveira, lembrando que a Constituição garante a todos os parlamentares a imunidade por suas palavras, opiniões e votos. 

O deputado Sóstenes pediu ao presidente da Câmara, Arthur Lira, que paute a sustação do processo contra o deputado Daniel Silveira, dizendo: “esta Casa não pode continuar de cócoras para Ministro que usa sua caneta para estu*** a Constituição brasileira. É uma vergonha o que estamos vivendo! Nós devemos como Casa nos dar o respeito”. 

O deputado prosseguiu: “Hoje é o Daniel Silveira, que, inclusive, alguns podem gostar ou não gostar dele. Amanhã, poderá ser contra um de nós. O Poder Judiciário, quando é assunto deles, é altamente corporativista e se protege. Nós só porque somos da política vamos ficar atendo-nos e assistindo à injustiça acontecer”. 

O deputado concluiu: “Isso não se vê em republiqueta nenhuma. Só no Brasil o  Parlamento, a Casa do povo é atacada por outro poder e parece que vai ficar por isso mesmo. Aqui não, aqui há Parlamentares que não vão curvar-se. Não seremos cordeirinhos de Ministros de STF, que querem se fazer valer dos seus caprichos pessoais e de suas convicções ideológicas. Aqui com este Parlamento não! Liberdade já para Daniel Silveira!”

O assédio ao deputado Daniel Silveira é parte de um assédio a um grupo de pessoas, tratadas como sub-humanos e cidadãos com menos direitos, por manifestarem suas opiniões livremente e por apoiarem o presidente Jair Bolsonaro. Medidas arbitrárias são tomadas contra essas pessoas, que têm seus direitos e garantias fundamentais desrespeitados. 

Além de ter tido a sede invadida e todos os seus equipamentos apreendidos, no âmbito de um inquérito do ministro Alexandre de Moraes, do STF, que foi posteriormente arquivado por falta de indícios de crime, a Folha Política, atualmente, tem toda a sua renda confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio e o aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal em funcionamento, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code que está visível no vídeo, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize Pix, a conta da empresa Raposo Fernandes está disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. 

Há quase 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...