terça-feira, 19 de abril de 2022

Novo Comandante do Exército se pronuncia em cerimônia com a presença de Bolsonaro: ‘Liberdade, soberania, lei, ordem e Constituição’


No decorrer de cerimônia por ocasião do Dia do Exército, na presença do presidente Jair Bolsonaro, o Comandante do Exército, General Freire Gomes, realçou o compromisso das Forças Armadas com o Brasil, com os cidadãos brasileiros e com a defesa da liberdade, da soberania, da lei, da ordem e dos poderes constitucionais.

O oficial encetou fazendo um relato histórico do surgimento do Exército Brasileiro: “A Insurreição Pernambucana, ao ser considerada o berço da nacionalidade, nos remete, de imediato, a Guararapes, cujos feitos marcaram a gênese do Exército Brasileiro. Ali, surgiram nossos primeiros heróis, em uma espontânea fusão de raças - brancos, negros e índios -, conjurados livremente sob o inédito brado de ‘pátria’, lutaram bravamente contra o invasor estrangeiro (...). Souberam concretizar o anseio de liberdade e o amor incondicional à terra. Nascia, assim, de forma inequívoca, o sentimento de soberania nacional, nosso maior legado, e do qual jamais abriremos mão, custe o que custar”.

Dessa maneira, Freire Gomes ressaltou os valores que norteiam a atuação das Forças Armadas: “O Exército Brasileiro, ao completar 374 anos de uma existência alicerçada em valores e tradições, e impregnado de comprometimento com a Nação Brasileira, agradece aos seus bravos soldados de todos os tempos. Sempre em prol de nossa gente, com perseverança e patriotismo. O apanágio do verdadeiro soldado, emoldurado pela hierarquia e disciplina, tem como pano de fundo a abnegação, a ética, o caráter, o espírito de corpo e o amor à profissão”.

Outrossim, o comandante do Exército salientou que as Forças Armadas sempre atuaram quando a Pátria demandou: “Estivemos presentes em todos os importantes episódios da vida nacional, sempre prontos para a defesa da Pátria, dos poderes constitucionais e da lei e da ordem (...). O braço forte e anônimo, sempre pronto e alerta. Nossa mão amiga coopera permanentemente com o desenvolvimento nacional. Forças Armadas são um bem inalienável da Nação, vetor dissuasório imprescindível no concerto internacional. O cidadão, ao respeitar e valorizar seus soldados, em essência, está investindo na garantia de seu bem maior, a sua liberdade. A estatura das Forças Armadas é, nos momentos decisivos, a garantia da soberania e independência de um povo”.

Nesta toada, o militar frisou como os membros do Exército estão dispostos a sacrificar suas vidas em prol do país: “Reafirmamos o eterno compromisso de nossa instituição com os anseios e as demandas dos irmãos brasileiros e com a soberania de nosso país, o qual juramos defender com o sacrifício da própria vida”. 

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 9 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...