quinta-feira, 7 de abril de 2022

Senador Girão retruca após senadores petistas defenderem Moraes, do STF: ‘Arbitrariedades vindas da Corte Suprema’


Ao longo da sessão do plenário do Senado, o senador Eduardo Girão tomou a palavra repetidas vezes para rebater narrativas criadas por senadores de extrema-esquerda. O senador apontou: “com todo o respeito ao Senador Humberto Costa, nosso colega do PT, que fez a defesa aqui do Ministro Alexandre de Moraes, dizer que não se trata absolutamente de condenar, de antecipar qualquer situação, porque não é esse o nosso papel. O nosso papel não é de julgar ninguém”. 

O senador Girão lembrou: “O nosso papel, inclusive, é o de defender o Supremo Tribunal Federal, que é importantíssimo para a democracia. Agora, em 133 anos de República, nós nunca tivemos a oportunidade de nos redimir, nesses últimos anos principalmente, com tamanhas arbitrariedades vindas da Corte Suprema. É a chance que nós temos”. 

O senador explicou que trata-se de um simples convite para que o ministro esclareça sua atuação, o que é uma demanda legítima da sociedade. Girão subscreveu um pedido do senador Humberto Costa para que a votação seja nominal e os senadores deixem suas posições claras para toda a população. 

Pouco depois, o senador Girão explicou que o requerimento para ouvir o ministro Alexandre de Moraes é uma demanda da população. Ele afirmou: “Eu tenho visto, andando pelo Brasil, especialmente no meu Estado, uma inquietação das pessoas, sejam de direita, sejam de esquerda, sejam de centro, sejam a favor do Governo, sejam contra o Governo, com a escalada autoritária do Supremo Tribunal Federal”.

O senador lembrou que o ministro Alexandre de Moraes foi sabatinado pelo Senado, e apresentou posicionamentos que agora deixa de lado em sua atuação. Girão disse: “É apenas isso o que a gente quer. Não que ele esclareça aqui, de forma respeitosa, absolutamente, que ele esclareça as suas decisões, mas que a gente possa ouvi-lo sobre posicionamentos que deu na sabatina, aqui. Está gravada. Posições firmes de respeito à Constituição e que nós estamos vendo serem descumpridas. É um diálogo que eu acho que vai equilibrar os Poderes, que vai harmonizar os Poderes. É até uma questão de humildade, de respeito ao Senado, porque o Senado, hoje, não é respeitado, infelizmente”.

O requerimento do senador Eduardo Girão visa convidar o ministro Alexandre de Moraes a comparecer ao Senado para prestar esclarecimentos sobre os inquéritos políticos que conduz no Supremo Tribunal Federal. Nesses inquéritos, em que figura como vítima, acusador e julgador, com pouca ou nenhuma participação do Ministério Público, o ministro já: ordenou a quebra de sigilos de parlamentares, inclusive de um Senador; mandou prender parlamentares, jornalistas, ativistas e um presidente de partido; censurou parlamentares e veículos de imprensa; mandou fazer buscas e apreensões em empresas, jornais, gabinetes de parlamentares, e residências, inclusive de familiares que não eram acusados de nada; entre muitos outros atos apontados como inconstitucionais ou ilegais. Mais de uma dezena de pessoas já passaram meses presas sem sequer serem indiciadas por algum crime. 

A Folha Política, que já teve todos os seus equipamentos apreendidos a mando de Alexandre de Moraes, atualmente tem toda a sua renda confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, em decisão aplaudida pelos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Segundo a velha imprensa, que participa ativamente dos inquéritos, a intenção é impedir o funcionamento da empresa, privando-a de sua fonte de renda. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir o fechamento do jornal, doe qualquer valor pelo Pix, usando o QR Code que está visível na tela, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há quase 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático e trazendo os fatos da política brasileira. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...