quinta-feira, 19 de maio de 2022

Deputado Luiz Lima desabafa sobre interferência do STF: ‘Vocês estão levando o nosso País ao caos’


Da tribuna da Câmara, o deputado federal Luiz Lima fez um forte desabafo sobre a interferência do Supremo Tribunal Federal sobre os outros poderes. O deputado apontou que uma pesquisa feita no Rio de Janeiro indica que a maior preocupação dos cidadãos daquele estado é com a segurança, e relatou que houve uma tentativa de derrubar um helicóptero civil. 

O deputado disse: “Vivemos um narcoestado no Município do Rio de Janeiro. Eu vou repetir: hoje não há presença do Estado em grande parte do Município do Rio de Janeiro, que foi capital federal. Principal culpado nesses últimos 2 anos: Supremo Tribunal Federal”.

O deputado Luiz Lima explicou que o STF vem interferindo nos outros poderes, impedindo ou determinando políticas públicas, que são atribuição do poder executivo, cujos representantes são eleitos para isso. O deputado lembrou que a polícia no Rio de Janeiro tem sua ação limitada por decisão de um ministro do Supremo, que atendeu a mais um pedido da extrema-esquerda. Lima disse: “O Supremo Tribunal interfere no Executivo. Existe hoje um Secretário da Polícia Civil e um Secretário da Polícia Militar que não pode agir. Daqui a pouco o Supremo Tribunal vai dizer para um médico como se opera o coração, como se opera a cabeça. Vocês não entendem nada de segurança, não entendem nada de leis, não entendem nada de Justiça, não são concursados, não têm voto. Alexandre de Moraes é convidado por um Presidente sem voto. Vocês são uma vergonha. Vocês estão acabando com o Rio de Janeiro”. 

A imposição e a permanência de medidas restritivas arbitrárias a pretexto de combater a pandemia é um dos sinais de que, no Brasil, os cidadãos não vivem em uma democracia. 

Para um grupo de pessoas e empresas, a tirania ganha contornos de implacável perseguição política e ideológica, e esse grupo “marcado” vem sendo perseguido com medidas arbitrárias, como prisões políticas, buscas e apreensões, censura, bloqueio de redes sociais e confiscos. 

A Folha Política, que já teve todos os seus equipamentos apreendidos a mando de Alexandre de Moraes, atualmente tem toda a sua renda confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, em decisão aplaudida pelos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Segundo a velha imprensa, que participa ativamente dos inquéritos, a intenção é impedir o funcionamento da empresa, privando-a de sua fonte de renda. Há mais de 10 meses, todos os nossos rendimentos são retidos, sem justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir o fechamento do jornal, doe qualquer valor pelo Pix, usando o QR Code que está visível na tela, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático e trazendo os fatos da política brasileira. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...