quarta-feira, 29 de junho de 2022

Bolsonaro enaltece brasileiros do campo e rebate líderes europeus ao lançar o plano Safra


O presidente Jair Bolsonaro discursou durante o lançamento do Plano Safra 2022/2023, quando agradeceu aos representantes de outros países pelo interesse e pela confiança no Brasil e em seu agronegócio. Bolsonaro disse: “Agradeço aos 14 embaixadores presentes. Os senhores têm interesse e confiança no Governo Brasileiro. Agradeço aos 42 deputados presentes. Estou me sentindo dentro da Câmara dos Deputados. A minha pele de deputado nunca deixará de me acompanhar, foi uma vida dentro do parlamento”. 

O presidente apontou: “O nosso Agro é tão criticado, mas tão essencial a todos nós. Veja como outros países estão se comportando nessa questão.  Na Europa, 20% de área de repouso. Deixou de ter. Você viaja e não vê as matas ciliares na Europa. Sinal de que o Brasil é um exemplo para o mundo na questão do agronegócio”.

Bolsonaro apontou o mérito da Embrapa no desenvolvimento de novas técnicas, que vão permitir plantar trigo em breve, em locais onde isso antes não era possível, como em Roraima e no Centro-Oeste. O presidente relatou que a produção já aumentou quase 4 vezes, graças à criatividade do homem do campo associada à Embrapa. 

O presidente lembrou que ainda somos importadores de trigo, mas afirmou que, em 5 anos seremos auto-suficientes, e em 10 anos seremos exportadores. Bolsonaro disse: “olha a importância do Brasil para o mundo”. O presidente afirmou que “a segurança alimentar é algo que todos os países procuram”, apontando ainda que seu governo deixou o homem do campo mais seguro e feliz. O presidente cumprimentou todos os trabalhadores do agronegócio, lembrando que eles não pararam durante a pandemia, e disse: “estou muito orgulhoso de integrar um governo onde as pessoas trabalham por sua pátria”. 

No contexto atual do Brasil, muitas pessoas estão sendo tratadas como sub-cidadãos, pelo simples motivo de terem manifestado apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Por expressarem suas opiniões, são alvo de CPIs, de inquéritos secretos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes no Supremo Tribunal Federal, ou são vítimas de medidas arbitrárias como prisões políticas, apreensão de bens, e exposição indevida de dados, entre outras. 

A totalidade da renda da Folha Política,assim como de outros canais e sites conservadores, está sendo confiscada a mando do ex-corregedor do TSE, Luís Felipe Salomão, com o apoio e aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Há mais de 11 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a continuar nosso trabalho, doe qualquer valor através do Pix, usando o QR Code que está visível na tela, ou com o código ajude@folhapolitica.org. Se preferir transferência ou depósito, a conta da empresa Raposo Fernandes está disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. 

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando os eventos da política brasileira e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer manter invisíveis. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...