quinta-feira, 23 de junho de 2022

Bolsonaro relata história emocionante ao saber do falecimento de amigo que o ajudou no início de sua carreira política


Pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro lamentou o falecimento de Egas Moniz de Aragão Daquer, com um texto em que contou a experiência que teve com o ex-desembargador, que o ajudou no início da carreira política. 

Bolsonaro disse: 

1- Faleceu ontem uma pessoa que confiou em mim num dos momentos mais difíceis da minha vida.

2- Ano de 1988, era candidato a vereador pelo Rio/RJ, mas não as tinha condições financeiras mínimas para a campanha.

3- Fui levado ao apartamento dessa pessoa no Flamengo/RJ, por um colega dele, oficial R/2 de Artilharia.

4- Ele estava em seu quarto. Deitado mesmo, aparentando não estar muito bem, apanhou uma revista Veja de setembro/1986, que estava na cabeceira da cama.

5- Mostrou-me a última página na seção "Ponto de Vista", com uma matéria minha com o título "O Salário está Baixo."

6- Disse-me: esta Revista está aqui há mais de um ano, você será Presidente da República."

7- Pedi-lhe ajuda para a campanha. Fui no seu escritório no dia seguinte. A oferta? Uma máquina de xerox à minha disposição. A mesma tirava 7 cópias por minuto.

8- Todas as resmas de papel A-4 também foram ofertadas por ele, no total 66. Eu, quase sempre só, rodava o material e, com uma espátula ou gilete, cortava os "santinhos, numa matriz de 4x7. Logo, cada folha rodada, 28 "santinhos".

9- No dia seguinte distribuía o material no trem Central/Santa Cruz, Vila Militar, Região do 1° Distrito Naval, conjuntos habitacionais das FFAA, entrada de hospitais militares...

10- Assim fiz minha campanha. Fui o mais votado pelo PDC. O 2° do partido foi um Coronel Médico do Exército, Ivanir de Mello.

11- Deixei meu querido Exército por ocasião da diplomação em dezembro/1988. Em 1990 me elegi deputado federal.

12- Esse meu início da vida pública devo a Deus, e ao Tenente R/2 e Desembargador Egas Moniz de Aragão Daquer.

13- Nosso Criador o acolha em sua infinita bondade e conforte seus familiares.

14- Ontem, pela manhã, por coincidência do destino havia recebido de um conhecido o telefone do seu filho Marcelo.

15- À noite (23h16) liguei para ele e o mesmo se encontrava emocionado, pois seu pai havia nos deixado pouco tempo antes.

16- "Nada temeis, nem mesmo a morte, a não ser a morte eterna."

17- Cap Art R/1, Jair Bolsonaro.

Foto: dezembro de 2021.

Vitória, JB, Marcelo e Egas.

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 11 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...