terça-feira, 21 de junho de 2022

Coronel e Eduardo Bolsonaro se levantam e articulam CPI da Petrobras: ‘necessário esclarecer por que essa estatal não gira a favor dos brasileiros’


Da tribuna da Câmara, o deputado federal Eduardo Bolsonaro rebateu colegas petistas que tentaram culpar o presidente Jair Bolsonaro pela alta dos combustíveis. O deputado disse: “Eles não têm moral para discutir a PETROBRAS, porque foram eles que assaltaram em dezenas de bilhões de reais essa empresa”. O deputado acrescentou que a turma do “quanto pior, melhor”, reclama de qualquer atitude do governo mas não apresenta propostas. 

O deputado questionou: “por que a PETROBRAS tem seis vezes mais lucros do que as petrolíferas estrangeiras?”, e apontou que os brasileiros não sentem os benefícios de se manter uma estatal para os combustíveis. Eduardo Bolsonaro relatou que está colhendo apoios para a CPI da Petrobras e disse: “Faz-se necessário esclarecer à sociedade brasileira por que o combustível está caro, qual o lucro dos acionistas, por que essa empresa sendo estatal não gira a favor dos brasileiros. Eu tenho certeza de que essa CPI muito provavelmente vai culminar pedindo a privatização da PETROBRAS. Não faz sentido manter uma estatal se ela não tem um olhar social para com a população brasileira”. 

O deputado Coronel Chrisóstomo, em vídeo divulgado pelas redes sociais, apoiou a CPI e enfatizou a necessidade de uma investigação sobre a gestão da estatal. O deputado cobrou ainda o governador de seu estado para que baixe o imposto estadual, antes mesmo da sanção da lei que determina um teto para o ICMS. 

A Constituição Federal determina, em seu art. 5º, inciso LIV, que “ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo legal”. No entanto, o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, mandou confiscar, em decisão monocrática em inquérito administrativo, a renda de canais e sites conservadores, como de Bárbara, do canal Te Atualizei, e da Folha Política. 

A decisão do ministro, que recebeu o respaldo e o apoio de Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, confisca toda a renda dos canais, sem qualquer distinção segundo o tipo de conteúdo, o tema, a época de publicação ou qualquer outro critério. Há mais de 11 meses, toda a renda do nosso trabalho é retida sem qualquer justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal funcionando, doe através do QR Code que aparece na tela, ou utilizando o código Pix ajude@folhapolitica.org. Caso não use Pix, a conta da empresa Raposo Fernandes está disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. Há 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...