domingo, 19 de junho de 2022

Coronel Tadeu pede atenção à segurança de Bolsonaro após homem ser preso em Manaus: ‘eles vão tentar alguma coisa. Eu tenho certeza disso’


Em live transmitida por suas redes sociais, o deputado federal Coronel Tadeu elogiou os policiais militares que detiveram um homem que foi a um evento público do presidente Jair Bolsonaro, em Manaus, portando uma faca. O deputado apontou a possibilidade de uma tentativa de crime político, e pediu uma investigação cuidadosa dos contatos do homem que foi detido. 

O deputado lembrou  que as investigações do ataque sofrido pelo presidente durante a campanha nunca avançaram no sentido de buscar o mandante, e afirmou que o erro não deve se repetir. Coronel Tadeu apontou que, conforme se aproximam as eleições, aumenta a possibilidade de uma nova tentativa contra o presidente. Ele disse: ‘eles vão tentar alguma coisa. Eu tenho certeza disso”. 

No caso do ataque ao presidente por Adélio, as investigações não avançaram porque ele e seus advogados tiveram seus sigilos protegidos. Já em investigações nas cortes superiores contra apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, não há qualquer proteção aos cidadãos, sejam advogados, parlamentares, empresários ou trabalhadores de qualquer tipo. Para uma “classe” de cidadãos, caracterizados pela velha imprensa como “bolsonaristas”, as garantias e direitos fundamentais estão suspensos. Em CPIs e em inquéritos conduzidos nas cortes superiores, cidadãos e empresas ficam sujeitos a quebras de sigilo, devassas, prisões políticas, buscas e apreensões, e confiscos. As investigações se originam de “relatórios”, “matérias” e “reportagens” produzidos pela concorrência, que são tomados como verdadeiros sem questionamento, assim como depoimentos de testemunhas suspeitas. 

Toda a renda da Folha Política, assim como de outras pessoas e empresas conservadoras, está sendo confiscada, a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, em decisão monocrática em um inquérito administrativo. Segundo a velha imprensa, que participa ativamente dos inquéritos e CPIs, a intenção é impedir o funcionamento das empresas ao privá-las de suas fontes de renda. A decisão de Salomão foi elogiada pelos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Há mais de 11 meses, toda a renda do nosso trabalho é retida sem qualquer justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir que o jornal seja fechado, doe qualquer valor pelo Pix. Você pode usar o QR Code que está visível na tela, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando para você os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...