quarta-feira, 1 de junho de 2022

Senador denuncia hipocrisia de ‘ambientalistas’ como Greta Thunberg, DiCaprio e Macron


Da tribuna do Senado, o senador Plínio Valério denunciou a hipocrisia de supostos ambientalistas que querem definir políticas para a Amazônia brasileira enquanto destróem o meio ambiente em seus próprios países. O senador afirmou: “Às vezes, a gente não é entendido porque fala muito de hipocrisia em relação ao que existe, ao que permeia o assunto Amazônia, hipocrisia vinda, comandada pelos grandes fundos que se utilizam das ONGs para desmerecer sempre a Amazônia e desqualificar o Brasil no sentido de que não tem condições de tomar conta da Amazônia”.

Plínio Valério explicou que a Alemanha está destruindo florestas, cidades e patrimônio histórico para explorar linhita, e ao mesmo tempo exige do Brasil a preservação de florestas com base em acusações sem fundamento. O senador disse: “Quando é colocada em risco a energia deles ou a alimentação, eles podem tudo e nós, no Brasil, na Amazônia continuamos não podendo fazer nada”.

O senador também apresentou o caso dos Estados Unidos e disse: “O Governo dos Estados Unidos acaba de anunciar que, para ajudar no combate à crise alimentar, permitirá que produtores lá façam o plantio em terras ambientalmente sensíveis que foram reservadas para a conservação. É informação oficial. Isso é hipocrisia! O Brasil – e aqui eu vou me dirigir aos brasileiros e às brasileiras –, vocês não podem entrar nessa onda. Vocês não podem acreditar no que o Macron, no que a Greta, no que os artistas populares brasileiros vivem a dizer: que a Amazônia está sendo destruída”.

O senador relatou os entraves a qualquer atividade econômica na Amazônia e reiterou: “Portanto, mais uma vez e sempre, eu subo a esta tribuna para falar da hipocrisia que permeia o assunto amazônico. O Macron, a Greta, o Leonardo DiCaprio, a Gisele Bündchen, o Caetano Veloso e, por aí afora, falam do que não conhecem, falam do que não sabem”. 

Muitos brasileiros estão vivendo sob o jugo de uma ditadura, em que seus direitos e garantias fundamentais estão sendo desrespeitados. O país tem presos políticos e pessoas, jornais e sites censurados. A totalidade da renda da Folha Política, e também de outros canais e sites conservadores, está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, em uma decisão que recebeu o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Há mais de 11 meses, os rendimentos de jornais, canais e sites conservadores são retidos sem previsão legal. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar o jornal a permanecer em funcionamento, doe qualquer valor através do Pix, usando o QR Code que aparece na tela ou o código ajude@folhapolitica.org.  Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando para você os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...