quarta-feira, 27 de julho de 2022

Bolsonaro adverte empresários cristãos para luta em curso no Brasil: ‘Achavam que iriam vergar a minha coluna. Sofro ataques 24 horas por dia’


O presidente Jair Bolsonaro participou, por videoconferência, da convenção da Associação dos Homens de Negócio do Evangelho Pleno (ADHONEP), quando afirmou que o povo de Cristo deposita confiança em seu governo e espera um governo voltado para eles, respeitando a família e a vontade da população brasileira. 

O presidente afirmou: “não é fácil a minha vida, mas eles achavam que iriam vergar a minha coluna. Sofro ataques 24 horas por dia, todos os dias, ao longo desses três anos e meio”. O presidente lembrou que seu governo teve que enfrentar uma pandemia sem que a economia fosse à bancarrota, por ter pessoas técnicas e comprometidas nos ministérios. Bolsonaro enfatizou que, com a “irresponsabilidade e inconsequência de alguns governadores, (...) se o governo federal não tivesse agido, o Brasil estaria quebrado, em situação semelhante à da Venezuela”. 

O presidente lembrou que, nos governos petistas, mesmo sem pandemia ou catástrofes, a economia sofreu mais que em seu governo. Bolsonaro lembrou que os prejuízos das estatais passaram da casa de um trilhão de reais. O presidente pediu que os cidadãos comparem os governos e as propostas, e também que façam comparações com outros países. Ele disse: “temos pela frente, sim, uma luta do bem contra o mal. O outro lado, nós sabemos o que deseja, o que quer. É aquilo que os cristãos, as pessoas de bem, não querem”.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Há mais de 1 ano, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...