domingo, 17 de julho de 2022

Bolsonaro desmonta falácia de Lula sobre ‘maior bandidagem dos últimos 200 anos’ e escancara hipocrisia


No decorrer de transmissão ao vivo, o presidente Jair Bolsonaro refutou e desmontou falácias propagadas por Lula e petistas no que concerne ao Orçamento Secreto e à responsabilidade do Governo Bolsonaro.

O chefe de Estado encetou: “Teve um governo que durou de 2003 a 2016. Eles entregaram 265 mil títulos. Nós entregamos, em três anos e meio, 367 mil títulos. Lá atrás, média de 19 mil por ano. No nosso governo, 104 mil. Ou seja, cinco vezes mais”.

Nesta toada, o mandatário frisou: “Teve um cara aí que criticou. ‘O orçamento secreto é a maior bandidagem nos 200 anos da República’. O que é o orçamento secreto? É um tal de RP9, ou emendas de relator. Quando foi criado isso lá atrás, eu vetei. E a derrubada do veto foi quase unanimidade. E, inclusive, o PT votou para derrubar o veto. E, agora, o cara do PT diz que é a maior bandidagem dos últimos 200 anos. Poderia ter orientado a bancada a votar a favor do veto. Não fez e, agora, critica. Se o Congresso derruba o veto, não tem o que discutir mais. É a lei e ponto final”.

Investigações seletivas estão comuns no País. No Supremo Tribunal Federal, o ministro Alexandre de Moraes conduz inquéritos sigilosos contra apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Em um desses inquéritos, a sede da Folha Política foi invadida e todos os equipamentos do jornal foram apreendidos. Após a Polícia Federal atestar que não havia motivos para qualquer indiciamento, o inquérito foi arquivado a pedido do Ministério Público, mas o ministro abriu outro inquérito de ofício e compartilhou os dados do inquérito arquivado. Atualmente, a renda do jornal está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, em atitude que foi elogiada pelos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Há mais de 1 ano, toda a renda de jornais, sites e canais conservadores está sendo retida, sem qualquer base legal. 

Se você apoia o nosso trabalho e pode ajudar a Folha Política a continuar funcionando, doe qualquer valor através do QR Code que está visível na tela, ou através do código pix ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...