quinta-feira, 28 de julho de 2022

Bolsonaro rebate Leonardo DiCaprio e pergunta sobre incêndios no mundo: ‘brilhante interpretação de cego’


O presidente Jair Bolsonaro respondeu, pelas redes sociais, ao ator americano Leonardo DiCaprio, que postou uma animação dramática com o suposto desmatamento da Amazônia durante seu governo. O ator, que já vinha sendo alvo de piadas na internet pela eloquência de seu silêncio face aos grandes incêndios na Califórnia e na Europa, disse: “Qual a extensão do desmatamento na Amazônia, um dos lugares mais importantes do planeta para pessoas e vida selvagem? De acordo com este mapa revelador do Mapbiomas,  somente nos últimos 3 anos a região foi duramente atingida pelo desmatamento ilegal nas mãos da indústria extrativa”.

O presidente Jair Bolsonaro respondeu ao ator, em inglês: 

“Você de novo, Leo? Desse jeito, você vai virar meu melhor cabo eleitoral, como dizemos aqui no Brasil. Eu poderia te dizer para vender seu iate antes de ditar regras para o mundo, mas eu conheço esquerdistas: vocês querem mudar o mundo todo, mas nunca querem mudar a si mesmos, então, vou deixar para lá. 

Aqui entre nós, é estranho ver um cara que finge amar o Planeta prestar mais atenção ao Brasil do que aos fogos que estão destruindo a Europa e também o seu próprio país. É possível questionar se você tem uma obsessão com o meu país (e nossos recursos naturais) ou se você apenas acredita que o Brasil é o único da Terra. 

Mas não se preocupe, Leo. Diferente dos lugares que você finge não ver, em sua brilhante interpretação de cego, o Brasil é, e continuará sendo, a nação que mais preserva. Você pode continuar brincando com seus brinquedinhos de estrela de Hollywood, enquanto nós fazemos nosso trabalho. 

Na realidade, no meu governo a média de desmatamento é muito menor do que era no passado, quando o bandido transformado em candidato que seu amiguinho brasileiro apóia estava no poder. 

Está bastante claro que quem ataca o Brasil e sua soberania para mostrar virtude não tem a menor ideia sobre o assunto. Eles não sabem, por exemplo, que nós preservamos mais de 80% da nossa vegetação nativa, nem que nós temos a energia mais limpa entre os países do G20. 

Também está bastante claro que você não sabe que o meu governo anunciou um novo compromisso para erradicar o desmatamento ilegal até 2028, e não 2030, como fez a maioria dos países. Ou, talvez, você saiba disso, mas, por algum motivo, finge não saber. Espero que você não esteja recebendo demais por este papel. 

Se for possível, nós adoraríamos que você parasse de espalhar desinformação. Há pouco tempo, você utilizou uma imagem de 2003 para falar de queimadas na Amazônia que estariam acontecendo em 2019, e foi desmascarado, mas eu perdoei você. Então vá, e não peque mais.  

Aliás, qual é a sua opinião sobre o aumento do uso de carvão na Europa? E sobre a Greta Timberlake? Você sabe o que ela tem feito ultimamente? Qual a opinião dela sobre isso? Se eu estivesse fazendo um churrasco na minha casa, tenho certeza de que ela estaria gritando “Como você se atreve?”. 

No Brasil, a ditadura da toga segue firme. O país tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 1 ano, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...