sexta-feira, 26 de agosto de 2022

Bolsonaro alfineta e dá lição de moral para a Globo após entrevista de Lula ao Jornal Nacional: ‘Liberdade entregue por moedas de prata’


Após o ex-presidente Lula conceder entrevista à rede Globo e receber um tratamento subserviente por parte dos apresentadores William Bonner e Renata Vasconcelos, do Jornal Nacional, o presidente Jair Bolsonaro comentou: 

- Ninguém deveria estar surpreso. Na verdade, compreendo perfeitamente a Globo tratar melhor aqueles que estão dispostos a pagar mais. Eles são a esperança de dias melhores para a emissora. Nada mais coerente do que pegar mais leve. Estranho seria comigo, que fechei a torneira.

- Apesar disso, sua liberdade foi preservada. Hoje a emissora pode até continuar promovendo perversidades como o abo*, as dro*, a ideologia de gên*, a inversão de valores e a destruição da família se assim desejar, só que não mais sustentada com rios de dinheiro público.

- A garantia que a Globo e a imprensa de forma geral sempre terá comigo é de jamais defender o seu controle, como pretende o outro lado. Para quem ama e defende a liberdade, isso não tem preço. Mas hoje, infelizmente, muitos são capazes de entregá-la por algumas moedas de prata.

- Talvez se tivéssemos dado o que queriam, as boas notícias não seriam acompanhadas por um "mas" e sobrariam aplausos ao meu governo. Mas escolhemos investir no Brasil e não em elogios. Por isso o desemprego cai, a economia cresce, a violência diminui, mas a gritaria continua.

Em publicação anterior, o presidente havia explicado: 

- Respeitar a democracia é muito diferente de assinar uma “cartinha”. Honrar a Constituição, em especial direitos e garantias fundamentais, é o que diferencia DEMOCRATAS de DEMAGOGOS.

- Ofender, ameaçar e restringir o direito à liberdade, em suas várias vertentes, contraria a ÚNICA CARTA À DEMOCRACIA, a nossa Constituição de 1988.

- A agressão à liberdade de expressão (art. 5°, IX, e art. 220, §§ 1º e 2º, da CF) é típica daqueles que se dizem ESTADISTAS, mas posam ao lado de DITADORES, defendendo governos como os da NICARÁGUA, de CUBA e da VENEZUELA.

- Deus, Pátria, Família e Liberdade.

- Presidente Jair Bolsonaro.

A velha imprensa e a imprensa de extrema-esquerda têm plena liberdade de atuação e expressão no Brasil. O mesmo não ocorre com a imprensa conservadora independente, que é duramente perseguida, sem possibilidade de defesa. Com o pretexto da pandemia, até a liberdade de culto foi duramente restringida no Brasil, assim como diversas outras liberdades, em especial a liberdade de expressão. As pessoas viram seus direitos de ir e vir, de trabalhar, de se expressar, de se informar, e de se manifestar, entre outros, serem suprimidos.  Cidadãos e empresas são perseguidos em inquéritos secretos e sofrem com medidas abusivas como prisões, buscas e apreensões, censura, bloqueio de redes sociais, e até mesmo confisco de propriedade. 

A renda da Folha Política e de outros sites e canais conservadores está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio e respaldo dos ministros do STF Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. O confisco da renda atinge todos os vídeos produzidos pelo jornal, independente de tema, data, ou qualquer outro fator, em evidente censura direcionada a pessoas e empresas específicas. Há mais de 13 meses, toda a renda do nosso trabalho é retida sem qualquer justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal, doe qualquer valor utilizando o QR Code que está visível na tela, ou use o código Pix ajude@folhapolitica.org Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Com a sua ajuda, a Folha Política poderá se manter firme e continuar o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...