quinta-feira, 4 de agosto de 2022

Bolsonaro mostra Paulo Guedes desmontando manipulações da velha imprensa: ‘Prestem atenção em fatos, não em narrativas!’


O presidente Jair Bolsonaro compartilhou, pelas redes sociais, um vídeo com trechos de uma fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, em que o ministro desmonta as narrativas da velha imprensa e seus “especialistas” sobre um suposto “populismo fiscal”. Bolsonaro disse: “Ministro Paulo Guedes: Não prestem atenção em narrativas, prestem atenção nos fatos!”. 

No vídeo, o ministro Paulo Guedes diz: 

“Passaram o ano inteiro dizendo “populismo fiscal”, “populismo fiscal”. Chegou no fim do ano, o primeiro superávit desde 2013. Cadê o “populismo fiscal”? Onde é que está o “populismo fiscal” de um governo que, pela primeira vez desde 2013, gera um superávit? 

Então, não acreditem nas narrativas. Olhem para os fatos. É o barulho da política que está infernal, porque a democracia brasileira é vibrante, é polarizada, no momento, vamos superar isso um dia. 

Não prestem atenção nas narrativas. Prestem atenção nos fatos: crescimento econômico subindo, inflação descendo, desemprego descendo, investimentos aumentando. Esses são os fatos. 

Então, graças à nossa administração, as estatais, que davam um prejuízo de 40 bilhões por ano, passaram a dar um lucro de 188 bilhões por ano. São 228 bilhões a mais. Então, se você tem esses recursos, vamos pegar parte dos dividendos - que são nossos, do governo - e vamos transferir para os mais pobres. O superávit do governo será mantido. Tivemos superávit ano passado, vamos ter superávit de novo esse ano. Então, está tudo dentro da responsabilidade fiscal”. 

O presidente também compartilhou um vídeo em que o apresentador Emílio Surita lê trechos de manchetes da velha imprensa para mostrar que, a cada fato positivo relacionado ao governo Bolsonaro, os jornalistas acrescentam um “mas”... Bolsonaro disse: “Com saudades do ladrão e disposta a jogar fora a sua própria liberdade em troca do que todos sabem, parte da imprensa tornou-se incapaz de divulgar avanços do Brasil sem minimizá-los. Apesar dessa lamentável postura, seguiremos defendendo a sua liberdade e independência”.

Há poucos dias, Bolsonaro respondeu ao publicitário Antonio Tabet, que tentou fazer uma piada, dizendo: “DataTabet: 98% dos cornos que defendem Bolsonaro no Twitter têm foto de perfil cafona com óculos escuros dentro do carro”. Bolsonaro disse: 

Boa piada, Tablet👍. Falando em carro,  publicamos nosso decreto que reduz o IPI (IMPOSTO) sobre mais de 4000 itens, incluindo automóveis. O bom dessa medida, é que ela não contempla apenas aqueles que você diz me apoiarem, mas a todos, inclusive os cornos com a sua ideologia.

- No caso dos carros, a redução foi ampliada de 18% (ato anterior) para 24,75%. A medida contempla ainda itens como motos, bikes, TVs, celulares, computadores, etc. Até tablets terão redução (não se ofenda e nem ache que estou tentando te diminuir, não é nada pessoal kkkkkkkk).

 Além disso, muitas outras medidas promovidas nos últimos anos levaram alívio para homens e mulheres que dirigem, independente de suas situações amorosas. A validade da CNH, por exemplo, passou de 5 para 10 anos, economizando o precioso tempo, a energia e o dinheiro das pessoas.

- Com essas ações, por exemplo, hoje é possível negociar um veículo diretamente pelo celular sem burocracias de cartórios, que tanto atrapalham a vida dos brasileiros. Ficou mais simples do que a reunião da sua turma pra fazer uma piada que não ofenda ninguém, a não ser cristãos.

 Também poderia citar a isenção de pedágios para motos, ou o zeramento dos impostos federais sobre combustíveis e a histórica redução dos ICMS estaduais, que colocaram o preço da gasolina abaixo da média de 167 países, mas, como você já está paquerando o ladrão, um forte abraço!

A censura que vem se intensificando no Brasil atinge unicamente conservadores e já causou o fechamento de alguns veículos de imprensa. Mas a perseguição não se limita à censura e inclui muitas outras medidas, inclusive prisões políticas, devassas, buscas e apreensões, ass*** de reputações, entre outras. 

Grupos monopolísticos e cartéis que se associam com o intuito de barrar informações contrárias ou inconvenientes atuam em conluio com a finalidade de aniquilar qualquer mídia independente, eliminando o contraditório e a possibilidade de um debate público amplo, honesto, abrangendo todos os feixes e singularidades dos mais diversos espectros políticos. Controlando as informações, o cartel midiático brasileiro tenta excluir do debate e, em última instância, da vida pública, os conservadores e os veículos que dão voz a essas pessoas. 

A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 13 meses, toda a nossa receita é retida, sem justificativa jurídica. 

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...