sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Bolsonaro retruca CNN, Globo, Estadão, UOL e VEJA: ‘Onde esse pessoal é formado?’


Durante sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro ironizou a cobertura de seu governo feita pela velha imprensa, na qual nenhum fato positivo pode ser noticiado sem ser minimizado. O presidente disse: “Está bastante batido, a palavra ‘mas’. Para a grande imprensa, não tem notícia boa para o governo”. 

Bolsonaro leu várias manchetes de veículos do “consórcio” da velha imprensa, demonstrando o desconforto desses veículos em noticiar algo bom para o Brasil: “UOL: ‘Brasil volta ao sexto lugar em investimentos no mundo, mas retomada é parcial’. Valor Econômico: ‘Emprego surpreende, mas dúvidas persistem’. G1 [Globo]: ‘Brasil melhora acesso à escola, mas ainda precisa superar desigualdade, aponta OCDE’. UOL: ‘Brasileiro conseguem mais empregos com carteira, mas está ganhando menos’. Estadão, foi meu primeiro emprego: ‘Brasil melhora em ranking de inovação, mas não por mérito próprio’. Quem está ajudando a gente? Nós somos, agora, o sétimo país mais digital do mundo. Isso tem ajudado na questão do emprego no Brasil. Muitos jovens, até há poucos tempo, queriam fazer curso superior mirando concurso público. Hoje, há menos jovens fazendo isso”

O presidente prosseguiu comentando manchetes: “Giro VEJA: ‘PIB cresce, mas não alivia perspectiva para Bolsonaro’. CNN: ‘Economia parece melhorar, mas e o ano que vem?’. Essa é ‘do cac***’. É para arrebentar os fundilhos da gente. Pelo amor de Deus, onde esse pessoal é formado? G1 [Globo]: ‘Desemprego recua para 9,3%, mas número de informais é recorde'. Se alguém está ganhando 5 mil na informalidade, vai querer pegar a carteira assinada com dois? Deixa ficar na informalidade, deixa ele em paz”.

Bolsonaro continuou: “Valor: ‘Itaú eleva PIB para 2% em 2022, mas alerta para desafio fiscal relevante’. Não vou entrar em detalhes. ‘Brasil tem menor taxa de homicídios em uma década, mas está entre os países mais violentos do mundo’. Se cair de novo a taxa, vão dar a mesma notícia e ‘mas…’. Se cair para a menor taxa de homicídios, vão falar isso, ‘mas podia ser melhor’”.

Há 10 anos, a Folha Política atua noticiando fatos, discursos, argumentos e denúncias que são obliteradas pela velha imprensa. Nosso veículo de imprensa dá voz às vozes conservadoras, ao anticomunismo, à defesa dos direitos fundamentais e da liberdade de expressão e de imprensa, além de trazer ao público os vídeos dos pronunciamentos de autoridades para que o público possa formar sua própria opinião sobre o que foi dito e não precise depender de relatos de terceiros. 

Quem controla a informação controla, em última instância, a realidade. Grupos monopolísticos e cartéis que se associam com o intuito de barrar informações contrárias ou inconvenientes atuam em conluio com a finalidade de aniquilar qualquer mídia independente, eliminando o contraditório e a possibilidade de um debate público amplo, honesto, abrangendo todos os feixes e singularidades dos mais diversos espectros políticos. Controlando as informações, o cartel midiático brasileiro tenta excluir do debate e, em última instância, da vida pública, os conservadores e os veículos que dão voz a essas pessoas. 

A renda da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com respaldo e apoio de Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. A decisão confisca, de forma indiscriminada, todas as receitas advindas do Youtube, indicando claramente que a intenção não é a de excluir conteúdos específicos, mas sim de calar o canal e eliminar a empresa. Há mais de 1 ano, toda a nossa renda é retida, sem qualquer justificativa jurídica. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...