segunda-feira, 22 de agosto de 2022

Coronel Tadeu aponta como Lula fez empréstimo ‘podre’ de 680 milhões para Cuba: ‘Belíssimo porto enquanto precisamos de infraestrutura no Brasil’


Em live transmitida por suas redes sociais, o deputado federal Coronel Tadeu apontou a importância de se analisar os efeitos das ideologias comunistas antes de votar. O deputado disse: “Eu não aceito o Brasil ser um país comunista. Mais uma vez, eu vou lembrar que o desgraç* do Lula emprestou 680 milhões de dólares para Cuba e a promessa de pagamento poderia ser feita em charutos. Ele construiu um belíssimo porto em Cuba e nós precisando de portos, aeroportos, ferrovias aqui. Ele entrega o dinheiro para um ditador que massacra a população e, quando não massacra, mat*. Isso é o regime comunista”

O deputado lembrou que houve muitas pessoas, na última eleição, que “surfaram” na onda conservadora e, imediatamente após a eleição, revelaram seu verdadeiro caráter, e chamou a atenção para que os eleitores não repitam o erro. Coronel Tadeu disse: “Na política, a trairagem existe. Lula foi traído pelo Palocci. Palocci não aguentou ficar em cana e abriu o bico. Lula ficou bravo (...). Quero continuar ajudando o presidente Jair Bolsonaro. Esse homem foi muito corajoso. Foi peitudo. Peitou a petezada, os tucanos, estamos em um caminho muito bom”. 

Coronel Tadeu mencionou uma eleitora que disse que os jovens não estão interessados em política e disse: “nós precisamos acordar os jovens”. O deputado disse que a frase o marcou e relatou que, há pouco tempo, sugeriu aos pais que tirem de seus filhos todos os confortos como celular, roupas, carro, e deixem apenas o trabalho e o estudo. Ele sugeriu que, após ver a reação dos jovens, os pais expliquem: “Estou mostrando para você o que é o regime que o Lula quer implantar aqui no Brasil”. Coronel Tadeu disse: “temos que mostrar o que é um regime comunista”.

O deputado apontou que, nos países onde o comunismo é implantado, a economia rapidamente entra em colapso e os dirigentes decidem, conforme seus próprios critérios, o destino dos alimentos, entre outras coisas. Coronel Tadeu disse: “vai acabar tudo. O Brasil vai ser pobre, não vai ter dinheiro para ninguém. Vai ter o mínimo necessário, vai viver sozinho, depender só dele, e aí vocês vão ver o que é escassez”. O deputado pediu: “pensa direito, porque estamos a 40 dias das eleições, e é hora da gente pensar no pior, para não votar errado”. 

Com o pretexto da pandemia, a liberdade de culto foi duramente restringida no Brasil, assim como diversas outras liberdades, em especial a liberdade de expressão. As pessoas viram seus direitos de ir e vir, de trabalhar, de se expressar, de se informar, e de se manifestar, entre outros, serem suprimidos.  Cidadãos e empresas são perseguidos em inquéritos secretos e sofrem com medidas abusivas como prisões, buscas e apreensões, censura, bloqueio de redes sociais, e até mesmo confisco de propriedade. 

A renda da Folha Política e de outros sites e canais conservadores está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio e respaldo dos ministros do STF Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. O confisco da renda atinge todos os vídeos produzidos pelo jornal, independente de tema, data, ou qualquer outro fator, em evidente censura direcionada a pessoas e empresas específicas. Há mais de 13 meses, toda a renda do nosso trabalho é retida sem qualquer justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal, doe qualquer valor utilizando o QR Code que está visível na tela, ou use o código Pix ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Com a sua ajuda, a Folha Política poderá se manter firme e continuar o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...