segunda-feira, 1 de agosto de 2022

Deputado Paulo Martins dá lição de moral para ministros do STF ao escancarar atos ‘impróprios’ e ‘randolfização’ da política


O deputado federal Paulo Eduardo Martins, da tribuna da Câmara, denunciou o “papel impróprio” que vem sendo assumido pelo Supremo Tribunal Federal. O deputado disse: “Não é papel da Corte ser protagonista do embate público, do embate político, da disputa ideológica”.

O deputado ironizou: “Tudo gira em torno da Suprema Corte. A Suprema Corte decide sobre política tributária, a Suprema Corte decidiu sobre a Taça das Bolinhas na Copa União de 88, um Ministro faz live com Felipe Neto, outro faz live falando sobre a ascensão da extrema direita e tal, sem definir o que é extrema direita, mas na presença de Deputado do PCdoB, partido comunista. Se isso não é extremo, eu já não sei mais o que é. Isso expõe demais a nossa Corte e assim ela vai perdendo o papel de pacificadora do nosso pacto social, que é a nossa Constituição”.

O deputado lembrou que apresentou uma proposta de emenda à Constituição para impor limites à atividade do Supremo. Entre as propostas da PEC, uma evita “o processo de "randolfização" da política, que traz a Corte para o embate do dia a dia. Isso a expõe, a contamina. Isso faz mal à Suprema Corte. Então, isso tem que ser modificado”. 

A liberdade, no Brasil, está sob ameaça, assim como a propriedade privada, em consequência do ativismo judicial de alguns membros do Judiciário. A renda da Folha Política e de outros sites e canais conservadores está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio e respaldo dos ministros do STF Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. O confisco da renda atinge todos os vídeos produzidos pelo jornal, independente de tema, data, ou qualquer outro fator. Há mais de um ano, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal, doe qualquer valor utilizando o QR Code que está visível na tela, ou use o código Pix ajude@folhapolitica.org

Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Com a sua ajuda, a Folha Política poderá se manter firme e continuar o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...