sexta-feira, 9 de setembro de 2022

Bolsonaro responde e desmoraliza Lula: ‘maior e mais covarde ofensa ao povo brasileiro que já vi em minha vida’


Pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro respondeu à fala do ex-presidente Lula, que agrediu todos os brasileiros que foram às ruas para celebrar o Bicentenário da Independência do Brasil, no dia 7 de Setembro, por todo o País. 

Bolsonaro disse: 

- Associar as milhões de famílias que foram pacificamente às ruas manifestar seu amor pelo Brasil no dia de nossa Independência a um grupo terr**, ra** e an**, como a KuKluxKl*, é de longe a maior e mais covarde ofensa ao povo brasileiro que já vi em minha vida.

- Tais ofensas se tornam ainda mais revoltantes quando são proferidas por um ex-presidiário que estava preso por assaltar o mesmo povo que agora ataca, e que está tentando, a todo custo, voltar à cena do crime. É um descondenado xingando aqueles que vivem suas vidas de forma honesta e justa.

- Como disse há alguns dias, uma das formas mais covardes de promover a desunião de nosso povo é atacar os seus valores, sobretudo com rótulos desprezíveis e abomináveis, que desrespeitam não só a nós, mas a diversos outros povos ao banalizar assuntos tão sérios e graves.

- Quem acusa o nosso povo trabalhador e honesto de cultivar ideias perversas, desconhece sua essência pacífica e fraterna. Os brasileiros carregam dentro de si a diversidade. Isso é indissociável! Ideais totalitários, como nazismo e comunismo, JAMAIS prosperarão em nossas terras!

- Temos um povo maravilhoso, direito, que respeita as leis e enfrenta as maiores dificuldades muitas vezes com um sorriso no rosto. Usar daqueles que seguem o caminho do mal, do crime, para rotular toda uma nação é, também, atacá-la, porque os brasileiros repudiam essas condutas.

No Brasil atual, a liberdade de manifestação não é reconhecida de forma igual para todos. As manifestações promovidas por partidos de esquerda, sindicatos e coletivos, divulgadas pela velha imprensa e por sites e canais de internet, não estão sujeitas a qualquer investigação sobre seu financiamento ou qualquer questionamento sobre se as ideias que defendem seriam “democráticas” ou “antidemocráticas”. Mesmo quando há cartazes pedindo ditadura, depredação de patrimônio público e privado, ou agressões a políticos e cidadãos, nada disso é considerado um “ato antidemocrático”. Também, se um líder de extrema-esquerda agride seus adversários políticos, entende-se que sua liberdade de expressão deve ser defendida. 

No dia 7 de setembro de 2021, milhões de pessoas foram às ruas para pedir liberdade e respeito à Constituição, incluindo a liberdade de expressão, a liberdade de culto, a liberdade de ir e vir, entre outras. No último 7 de setembro, um número ainda maior de cidadãos foram às ruas para celebrar o Bicentenário da Independência e renovar os pedidos de liberdade e respeito à Constituição. Essas manifestações pacíficas tornam-se alvo de inquéritos sigilosos, alimentados por “notícias” da velha imprensa, nos quais manifestantes e jornalistas que cobrem as manifestações são perseguidos, presos, censurados, e têm seus bens apreendidos. 

A renda da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor. do TSE, com respaldo e apoio de Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. A decisão confisca, de forma indiscriminada, todas as receitas advindas do Youtube, indicando claramente que a intenção não é a de excluir conteúdos específicos, mas sim de calar o canal e eliminar a empresa. Há 14 meses, toda a nossa renda é retida sem base legal. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...