segunda-feira, 26 de setembro de 2022

Deputado faz forte desabafo sobre perseguição do TSE contra Bolsonaro e cobra senadores: ‘falta coragem. Ficam de cócoras, capachos do STF’


Em transmissão ao vivo, o deputado federal Bibo Nunes desabafou sobre o tratamento concedido pelo Tribunal Superior Eleitoral ao presidente Jair Bolsonaro, em especial a decisão de proibir o presidente de fazer lives em sua própria residência. Bibo Nunes disse: “essa atitude de proibir o presidente da República, na sua casa, na sua moradia, no seu domicílio, onde ele mora, proibir o presidente de fazer uma live. Olha o absurdo! A que ponto chegou o desespero político desse TSE partidarizado?”. 

O deputado lembrou que já havia alertado anteriormente: “o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, deveria ter se dado por impedido, porque ele é tido e reconhecido como o maior inimigo do presidente Bolsonaro”. Bibo Nunes acrescentou: “ninguém mais aguenta esse desaforo. Só que, no segundo mandato de Bolsonaro, as coisas vão mudar. As coisas não vão continuar assim, e eu estarei diariamente na tribuna lutando contra desmandos do STF e do TSE, porque não vou me calar em momento algum”.

Bibo Nunes lembrou que, na condição de deputado federal, o que pode fazer é cobrar os senadores. Ele apontou: “muitos ministros estão merecendo o impeachment há muito tempo. Infelizmente, falta coragem ao Senado. Ficam de cócoras, capachos do STF”. O deputado lembrou que, segundo a Constituição, há três poderes, que devem ser independentes e harmônicos, e que nenhum dos poderes está acima dos outros. Ele afirmou: “todos no mesmo nível, mas o Judiciário exacerbou o poder na 15ª potência”. Bibo Nunes ironizou: “daqui a pouco, vão proibir que ele almoce ou jante na sua casa”. 

A renda deste vídeo e de todos os outros da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral. Caso o mesmo vídeo seja reproduzido pela velha imprensa ou por sites e canais de extrema-esquerda, não será considerado uma ameaça à democracia. 

O confisco de renda ordenado pelo ministro e que vem sendo mantido pelos corregedores subsequentes do TSE atinge todos os vídeos produzidos por canais conservadores, independente do conteúdo. Há mais de 14 meses, toda a renda de sites e canais conservadores vem sendo retida, sem base legal. Essa decisão recebeu o apoio e aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin, e se soma a outras medidas já tomadas contra a Folha Política, como a apreensão de todos os equipamentos promovida pelo ministro Alexandre de Moraes, em inquérito que foi arquivado por falta de indícios de crime. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe qualquer valor pelo Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...