quarta-feira, 14 de setembro de 2022

Multidão grita ‘Globo lixo!’ e chama Lula de ladrão durante pronunciamento de Bolsonaro em Natal


O presidente Jair Bolsonaro discursou a uma multidão em Natal, no Rio Grande do Norte, após uma “motociata” que mobilizou a cidade. Bolsonaro disse: “Resgatamos, juntos, o patriotismo nesta terra. Comparando com o mundo, aqui é a Terra Prometida. Mais do que terras agricultáveis, riquezas minerais, biodiversidade, água potável, clima aprazível, temos o povo acolhedor e trabalhador, que, em sua grande maioria, acredita em Deus e quer preservar a sua família. A família é a base da nossa sociedade”

O presidente alertou: “Temos pela frente, daqui a poucos dias, uma encruzilhada. Tivemos semelhante em 2018. O outro lado tentou nos tirar da política. Sofremos um ate**. Formamos um grande ministério sem a imposição político-partidária (...). Os senadores do PT votaram contra a redução de impostos sobre a gasolina. Eles querem que o povo sofra para serem os salvadores da Pátria. Vamos afastar da política os incompetentes, os corruptos e aqueles que não têm compromisso com a população”.

Quando o presidente falava sobre a conclusão de obras que foram deixadas inacabadas e sobre a corrupção nos governos petistas, a multidão gritou “fora PT”. Bolsonaro disse: “O Brasil não merece um cara há pouco saído da cadeia que quer agora, com seu vice, voltar à cena do crime. Não tem mais espaço para ladrão”, e a multidão respondeu aos gritos de “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão”. 

A multidão voltou a se manifestar, gritando “fora PT” e também “Globo lixo” quando o presidente descrevia os efeitos das políticas impostas por governadores e prefeitos para destruir a economia a pretexto de combater a pandemia. Bolsonaro disse: “Chega, PT. Chega de roubalheira, chega de dar as costas para o nosso povo”.

A liberdade, no Brasil, já foi suprimida para alguns grupos, assim como a propriedade privada, em consequência do ativismo judicial de alguns membros do Judiciário. A renda da Folha Política e de outros sites e canais conservadores está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio e respaldo dos ministros do STF Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. O confisco da renda atinge todos os vídeos produzidos pelo jornal, independente de tema, data, ou qualquer outro fator. Há mais de 14 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal, doe qualquer valor utilizando o QR Code que está visível na tela, ou use o código Pix ajude@folhapolitica.org

Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Com a sua ajuda, a Folha Política poderá se manter firme e continuar o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...