sábado, 8 de outubro de 2022

Bolsonaro aponta estratégia de Lula e do PT para escravizar população miserável: ‘Que você sempre ganhe menos, ganhe pouco, e seja escravizado por eles’


No decorrer de transmissão ao vivo com a deputada federal Carla Zambelli, de São Paulo, e a deputada federal Bia Kicis, do Distrito Federal, o presidente Jair Bolsonaro fez uma explanação a respeito do que entende como uma estratégia do PT e da esquerda brasileira para manipular e controlar a população brasileira, em especial os cidadãos em estado de pobreza ou miséria.

O chefe de Estado assestou: “No passado, tinha uma fila enorme para o Bolsa Família. Sabe quanto se pagava em média, corrigindo os valores? Em média, pagava R$190,00. Tinha família que começava a receber R$41,00 por mês. Se alguém conseguisse um emprego, perdia o Bolsa Família. É como a história dos posseiros, que tinham terra sem o título. Essas pessoas eram escravas do PT. O PT tirava o Bolsa Família das pessoas quando bem entendia. Conosco, não. Passamos para R$600,00 e, se conseguir emprego, não perde. Ganha mais R$200,00 por mês. A gente quer que você trabalhe, não quer que receba e fique sem fazer nada”.

Nesta toada, o mandatário complementou: “Combustíveis: em quase todo o Brasil, a gasolina está abaixo de cinco reais. Resolvemos com o Congresso. Quando votamos medidas legislativas no Senado para reduzir ou zerar impostos na gasolina, os senadores do PT votaram contra. Toda a bancada do PT foi contra a redução do preço da gasolina. A bancada do PT foi contra. Como a bancada de deputados do PT votou? Votaram contra a renegociação dos precatórios e contra a majoração e a ampliação do Auxílio Brasil. O que o PT quer? Que você sempre ganhe menos, ganhe pouco, e seja escravizado por eles”.

No contexto atual do Brasil, muitas pessoas estão sendo tratadas como sub-cidadãos, pelo simples motivo de terem manifestado apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Por expressarem suas opiniões, são alvo de CPIs, de inquéritos secretos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes no Supremo Tribunal Federal, ou são vítimas de medidas arbitrárias como prisões políticas, apreensão de bens, e exposição indevida de dados, entre outras. 

A totalidade da renda da Folha Política, assim como de outros canais e sites conservadores, está sendo confiscada a mando do ex-corregedor do TSE, Luís Felipe Salomão, com o apoio e aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 15 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a continuar nosso trabalho, doe qualquer valor através do Pix, usando o QR Code que está visível na tela, ou com o código ajude@folhapolitica.org. Se preferir transferência ou depósito, a conta da empresa Raposo Fernandes está disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. 

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando os eventos da política brasileira e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer manter invisíveis. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...