quarta-feira, 26 de outubro de 2022

Bolsonaro se pronuncia para multidão em Minas com Zema, Cleitinho, Nikolas Ferreira e Malafaia: ‘A nossa união é a nossa marca’


O presidente Jair Bolsonaro discursou a uma multidão em Teófilo Otoni, em Minas Gerais, ao lado do governador reeleito Romeu Zema, do senador eleito Cleitinho, do deputado eleito Nikolas Ferreira, e do pastor Silas Malafaia, além de outros parlamentares. O presidente discursou, lembrando seu segundo “nascimento” no estado, onde sobreviveu ao ataque de um militante de extrema-esquerda. 

Bolsonaro afirmou que suas propostas são centradas em dois focos, a economia e a família. O presidente lembrou que o PT votou contra suas propostas para ajudar os brasileiros em meio à pandemia. Bolsonaro disse: “somos todos iguais. Este país vai deixar de ser o “nós contra eles”. Vai deixar de existir a divisão de brancos e negros, homos e héteros, nordestinos e sulistas, empregado e patrão. Este é um país de todos nós. A nossa união é a nossa marca. O nosso país vai indo muito bem no pós-pandemia”. 

O presidente rebateu narrativas da campanha petista, reafirmando que não haverá taxação de pix, e lembrou que Lula tentou manter a CPMF. Bolsonaro disse: “nossa política econômica está aí: menos Brasília e mais Brasil”. 

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 15 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...