terça-feira, 18 de outubro de 2022

Governador Caiado surpreende e faz apelo histórico ao defender Bolsonaro contra Lula: 'o Brasil vai ter uma transformação tão grande que eles jamais terão espaço para voltar ao comando deste país'


Durante encontro do presidente Jair Bolsonaro com cantores sertanejos, o governador de Goiás, reeleito no primeiro turno, Ronaldo Caiado, explicou: “posso dizer a vocês o momento crucial que nós estamos vivendo”. O governador lembrou como os produtores rurais iniciaram um grande movimento para garantir o direito de propriedade durante a elaboração da Constituição de 1988. Caiado disse: “naquele momento, a propriedade rural seria socializada, transferida para o Estado, e o Estado seria o definidor de quem seria proprietário”. 

O governador lembrou que os produtores rurais tiveram o apoio de cantores sertanejos, e, com a organização de um movimento, conseguiram evitar a socialização das terras. Ele disse: “aprovamos e ganhamos o direito de propriedade da terra produtiva. Foi um marco emblemático da vitória do setor rural”. 

Caiado apontou que, em três anos e meio de governo, Bolsonaro conseguiu implantar boas políticas, e disse: “nós demoramos tantos anos para poder chegar ao poder. Eles tiveram o poder durante todos esses anos. E agora o presidente Bolsonaro assume o governo. Ele tem três anos e meio de governo, olha as mudanças que já foram implantadas no país. Lógico que isso tem uma representatividade e uma dinâmica. Se, ao mantermos essa dinâmica atual, com a política implantada por ele, por seus ministros, nós vamos ver que o Brasil vai ter uma transformação tão grande que eles jamais terão espaço para voltar ao comando deste país”. 

O governador afirmou: “Hoje, nós estamos em um divisor de águas. Ou vamos dar 4 anos pro presidente agora, e esses quatro anos não vão dar mais chance para eles”. Caiado explicou: “O governo do presidente está fazendo uma coisa inédita. O cidadão que não trabalha se sustenta no que eu chamo de ciclo da pobreza. É alimentar que o filho de pobre vai ficar pobre, vai casar com pobre, vai ter filho mais pobre…. isso aí é que se alimenta. A única chance que nós temos é a que agora está sendo dada. Pela primeira vez, estamos rompendo o ciclo da pobreza. Nós estamos levando educação de tamanha qualidade, e as ações sociais de tamanha qualidade, que nós estamos mostrando, isso aí hoje está dando às nossas crianças e nossos jovens uma outra expectativa. Essa é a grande mudança que nós estamos fazendo. O presidente está dando essa oportunidade para nós dizermos: aqueles que hoje estão nessa condição de vulnerabilidade, estão saindo dela com a construção da educação nos programas sociais, e, ao mesmo tempo, com indústria, comércio, agricultura e economia de mercado. Esse é o lado que é mais importante. Não podemos perder essa eleição”.

A Constituição Federal determina, em seu art. 5º, inciso LIV, que “ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo legal”. No entanto, o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, mandou confiscar, em decisão monocrática em inquérito administrativo, a renda de canais e sites conservadores, como de Bárbara, do canal Te Atualizei, e da Folha Política. 

A decisão do ministro, que recebeu o respaldo e o apoio de Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin, confisca toda a renda dos canais, sem qualquer distinção segundo o tipo de conteúdo, o tema, a época de publicação ou qualquer outro critério. Há mais de 15 meses, toda a renda do nosso trabalho é retida sem qualquer justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal funcionando, doe através do QR Code que aparece na tela, ou utilizando o código Pix ajude@folhapolitica.org. Caso não use Pix, a conta da empresa Raposo Fernandes está disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo. Há 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...