sexta-feira, 21 de outubro de 2022

Michelle Bolsonaro alerta para ‘guerra espiritual’ no Brasil: ‘Ele tem sangue nos olhos, sede de vingança…Partido das Trevas’


Por ocasião do evento “Encontro de Patriotas”, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, fez um pronunciamento contundente contra Lula e o PT, além de advertir para as ilegais investidas contra a liberdade e os direitos fundamentais tanto no Brasil quanto na América Latina. Conforme Michelle, Lula estaria com “sangue nos olhos e sede de vingança”, de modo que os cidadãos brasileiros não poderiam esmorecer e se render aos atos de repressão e às ilegalidades perpetradas pela esquerda. Ademais, a primeira-dama fez severas críticas aos governos petistas, destacando a demagogia e a falta de cumprimento de promessas eleitorais.

A primeira-dama encetou: “Estamos com a caravana ‘Mulheres com Bolsonaro’, já fizemos a Região Norte, o Nordeste, estamos em São Paulo, vamos para o Rio e, depois, para Minas Gerais. Este é um governo que trabalha por quem mais precisa, um governo patriota, que defende a família, a pátria, a nossa liberdade de expressão e a nossa liberdade religiosa. Nós cremos que esta é uma guerra espiritual e que o Brasil é a última barreira para o Comunismo. Essa nação pertence ao nosso Deus”.

Nesta toada, ela ressaltou como a liberdade já vem sendo solapada, também, em países vizinhos, como na Bolívia, na Nicarágua e na Venezuela: “Recebemos o testemunho da Carolina, filha da presidente boliviana, ela deu um testemunho que impactou nossos corações, deu vontade de chorar, o coração está apertado até agora. A mãe foi presa por lutar por liberdade, por democracia. Foi condenada a 10 anos de prisão. Isso serve para que o Brasil enxergue o que eles querem fazer com a nossa nação. Esse é o Comunismo, que veio para mat*, roubar e destruir o nosso país, mas nós não deixaremos. Essa nação tem promessas do Senhor, e as promessas de Deus se cumprirão. O Brasil será um celeiro de bênçãos para outras nações, um farol de luz. Vamos continuar orando e intercedendo por esse momento difícil que estamos passando”.

Michelle fez críticas contundentes, ainda, a cristãos que são ludibriados por discursos fáceis da esquerda: “Recebemos um vídeo de cristãos se reunindo com o Partido das Trevas. É inadmissível cristãos se reunirem com um homem que foi um câncer para a nossa nação. Ficou 16 anos no poder e não fez absolutamente nada. Tudo que prometeu, não cumpriu. Falou que levaria água para o Nordeste e não cumpriu. Agora, diz que vai dar picanha. Disse que o agro é fascista e direitista. O agro é o que coloca alimento nas nossas mesas e alimenta o mundo. Vamos abrir os olhos daqueles que não estão enxergando a guerra que estamos vivendo. Se algo ocorrer com nossa nação, nós não temos para onde ir (...). Meu marido falou: ‘Em 2018, eu já morri. Se preciso for, eu entrego a minha vida pela nação’. Ele não é perfeito, somente Deus é perfeito. Ele é um patriota, é temente a Deus e luta pelos valores e princípios cristãos. É uma guerra do Bem contra o Mal. Vamos vencer, pois esta terra é abençoada”.

Nesta esteira, ela concluiu com uma advertência: “A perseguição está aí e está clara. Ele está com sangue nos olhos, com sede de vingança, mas nós não vamos deixar. Contamos com vocês, os nossos guerreiros, os nossos atalaias. Vamos continuar lutando por nossa nação. Deus, Pátria, Família, Liberdade e Vida”.

Com o pretexto da pandemia, a liberdade de culto foi duramente restringida no Brasil, assim como diversas outras liberdades, em especial a liberdade de expressão, que é a base de qualquer democracia. As pessoas viram seus direitos de ir e vir, de trabalhar, de se expressar, de se informar, e de se manifestar, entre outros, serem suprimidos.  Cidadãos e empresas são perseguidos em inquéritos secretos e sofrem com medidas abusivas como prisões, buscas e apreensões, censura, bloqueio de redes sociais, e até mesmo confisco de propriedade. 

A renda da Folha Política e de outros sites e canais conservadores está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o apoio e respaldo dos ministros do STF Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. O confisco da renda atinge todos os vídeos produzidos pelo jornal, independente de tema, data, ou qualquer outro fator, em evidente censura direcionada a pessoas e empresas específicas. Há mais de 15 meses, toda a renda do nosso trabalho é retida sem qualquer justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode nos ajudar a manter o jornal, doe qualquer valor utilizando o QR Code que está visível na tela, ou use o código Pix ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Com a sua ajuda, a Folha Política poderá se manter firme e continuar o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...