domingo, 16 de outubro de 2022

Michelle Bolsonaro chuta o balde contra Lula e o PT e faz emocionante apelo: ‘O Brasil é a última barreira’


Em evento com mulheres no Nordeste, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, afirmou que o país enfrenta, mais do que uma eleição, um confronto entre o bem e o mal. Michelle disse: “Estamos com Bolsonaro pela vida e pela família. Já percorremos o Norte, agora estamos no Nordeste (...). O presidente Jair Bolsonaro pediu para mandar um abraço para os homens e um beijo para as mulheres. Agradecemos a Deus pelo dom da vida, e queria dizer para vocês: o momento que estamos vivendo é de uma guerra espiritual. Nós, que somos cristãos, acreditamos que estamos passando por uma guerra. Estamos lutando por uma ideologia do bem contra o mal. Não queremos esse partido das trevas dominando a nossa população. Ficaram tanto tempo no poder e não fizeram nada”

A primeira-dama fez um relato: “Falei para Deus: Se o Senhor me der a oportunidade de estar na presidência com meu marido, vou usar o poder para poder ajudar a quem mais precisa. A grande mídia noticiou que eu tinha feito um ‘pacto com Deus’ para estar no poder. Mídia suja, que mídia baixa. Falei que queria estar no poder para ajudar as pessoas que mais precisam”

Michelle Bolsonaro declarou: “O Brasil é do Senhor. Essa Nação é próspera e as promessas do Senhor irão se cumprir. Não queremos uma reeleição por poder ou pelo status. Sou voluntária no governo, meu marido recebe o salário de deputado federal. Estamos porque queremos ver o Brasil prosperar. Depois daquela fac*, tivemos uma experiência com Deus, nós entendemos a missão que ele nos confiou. Não é fácil estar no poder. Temos nossa honra atacada, a nossa família. Torcem para que o Brasil dê errado. Até parece que, se o Brasil der errado, não dará para eles, também, e seus entes queridos”

A primeira-dama relatou os seus encontros com venezuelanos que fogem da ditadura de Maduro para o Brasil: “Estávamos em Roraima e pudemos conversar com cubanos, venezuelanos, vimos o desespero deles. Eles têm mais consciência que os próprios brasileiros. O medo deles de o PT voltar ao poder. Pediram que as pessoas tivessem consciência, que não votassem nesse partido comunista, que veio para roubar, ma* e destruir a nossa Nação. Homens e mulheres deixaram seus países, seus filhos para trás, por causa de um país com um ditador comunista (...). Nós, que somos cristãos, vamos orar e interceder por aqueles que não estão enxergando”.

Michelle afirmou: “Esta é uma nação rica. Como o presidente fala: se não roubar, tem dinheiro para fazer. Como nós fizemos. Tivemos a pandemia, mas Deus é por nós e o Brasil só cresceu (...). Atiraram em uma igreja em que estaríamos mais tarde. Queriam nos intimidar. É o lado que prega o amor, a tolerância, a pacificação…os intolerantes, que não conseguem estar perto da gente, mas somos diferentes, pois temos Deus no coração. Uma pessoa inconsequente atirou na frente de uma igreja…essa Nação pertence ao nosso Deus, as promessas irão se cumprir e esse Brasil ainda vai ajudar outros países. O Brasil é a última barreira para o Comunismo. A América Latina está vermelha, mas o Brasil é verde e amarelo. As portas do inferno não prevalecerão contra a nossa família e a nossa nação”.

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 15 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...