quinta-feira, 20 de outubro de 2022

Senador Girão e vice-governadora eleita do DF se levantam contra censura e arbitrariedades: ‘O Senado está de joelhos, paralisado’


Por ocasião de evento do movimento “Mulheres com Bolsonaro” em São Paulo, o senador Eduardo Girão e Celina Leão, deputada federal, líder da Bancada Feminina no Congresso Nacional e vice-governadora eleita do Distrito Federal, se manifestaram contra os mais recentes atos de censura impostos por ministros do Tribunal Superior Eleitoral e do Supremo Tribunal Federal. 

O senador Eduardo Girão afirmou: “Nós somos o coração do mundo e a pátria do evangelho. Esse momento que estamos passando, de provação, de famílias brigando, é triste, dói, mas faz parte de uma depuração, em que a gente tem que manter a serenidade nesses momentos de decisão para nossos filhos e netos. Estou no Congresso, ganhando um reforço espetacular, primeira-dama, Michelle Bolsonaro, com a Damares, com o senador eleito Marcos Pontes. O Senado Federal, que hoje está de joelhos, paralisado, com tudo que está acontecendo aí…Há dois mil anos, a gente, os cristãos, conservadores, eram jogados para as feras, eram queimados. Agora, estamos sendo censurados. Mandato já não adianta para nada. Estão censurando parlamentares”.

Celina Leão, por seu turno, apontou: “Quero declarar uma palavra da Bíblia, Ezequiel 36. As nações vizinhas estão passando por calamidades, mas há uma promessa sobre o Brasil. Deus está no controle de tudo, mas temos que fazer a nossa parte, não podemos nos acomodar (...). Eu fui eleita vice-governadora, ganhamos a eleição, mas de que adianta ganhar a eleição e viver num país onde não temos liberdade, onde tudo que eles nos acusam eles são. Tudo que o PT tem acusado ao nosso grupo, eles são. Montamos uma caravana de mulheres com Bolsonaro e é impressionante como os petistas têm nos atacado em nossa honra. Estão com medo de as mulheres do Brasil se unirem e contarem tudo que o presidente Jair Bolsonaro fez”.

A deputada fez um apelo e um alerta: “Chega de mentiras, não podemos deixar eles tomarem conta. Nossos jovens, às vezes, ficam pensando que é moderno votar no PT. Você vai ver se é moderno…onde? Quando seu telefone estiver sendo censurado, você vai ver se é moderno votar no PT. Quando você tiver que lutar contra uma ditadura. Você vai ver se é moderno”.

Celina Leão comparou: “Eles nos acusam de fascistas, mas derrubam os perfis que falam contra eles. Eles nos acusam de sermos sexistas, mas, quando as mulheres do Brasil se levantam, eles xingam a filha da primeira-dama, uma menor. De tudo que eles nos acusam, eles são capazes. Eles não conseguiram explicar a corrupção, não conseguiram explicar tantos escândalos, explicar por que tantas pessoas não tinham nem acesso à água”.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 15 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...