quinta-feira, 24 de novembro de 2022

Deputada Chris Tonietto denuncia ‘desmonte do direito’: ‘infelizmente, muitos estão inertes, silentes e acovardados’


A deputada federal Chris Tonietto subiu à tribuna da Câmara para denunciar o que chamou de “desmandos antidemocráticos e inconstitucionais da nossa Suprema Corte”. A deputada apontou: “seus Ministros, muitas vezes, se arvoram do direito de invadir a esfera que é de competência deste Parlamento”.

Chris Tonietto explicou: “Nós estamos assistindo à era do desmonte do direito. Nosso sistema jurídico está solapado, em absoluto. Direitos fundamentais estão sendo absolutamente esquecidos e ignorados. A censura está tomando conta do nosso Brasil. A ditadura da toga está legitimando este tipo de atitude arbitrária. Infelizmente, muitos estão inertes, silentes e acovardados, até mesmo Parlamentares desta Casa. Isso realmente precisa encontrar um fim”.

A deputada lembrou que o povo está se manifestando nas ruas e só vem recebendo o silêncio e a omissão dos parlamentares. Ela disse: “O povo precisa clamar por liberdade lá fora, porque sua liberdade está sendo ameaçada e seus direitos fundamentais estão sendo absolutamente atacados. Que Estado Democrático de Direito é esse? Não há como o Estado Democrático de Direito coexistir com a chancela da ditadura de opinião, da censura e da mordaça!”

A deputada Chris Tonietto fez um apelo aos parlamentares das duas Casas: “Não é possível que vamos permitir que a Constituição seja rasgada diante dos nossos olhos, e todo mundo fique de braços cruzados! Faço, mais uma vez, este apelo a esta Casa para que os Parlamentares se levantem e deem uma resposta contundente. A resposta, acho, está exatamente na reforma do Judiciário, que nós precisamos debater e enfrentar. A Casa vizinha, o Senado Federal, precisa desengavetar os pedidos de impeachment, por uma razão muito simples: se está havendo abusos, se está havendo, de fato, arbitrariedades, é preciso apurar algum crime de responsabilidade. Nós estamos vendo vários ataques acontecerem. Nós precisamos pedir ao Presidente do Senado que desengavete esses pedidos de impeachment, para que nós possamos realmente dar uma resposta à população, especialmente para resgatarmos a respeitabilidade, a credibilidade e a honra deste Parlamento”. 

Muitos brasileiros estão, há muito tempo, vivendo sob o jugo de uma ditadura, em que seus direitos e garantias fundamentais estão sendo desrespeitados. O país tem presos políticos e pessoas, jornais e sites censurados. A totalidade da renda da Folha Política, e também de outros canais e sites conservadores, está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, em uma decisão que recebeu o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 16 meses, toda a renda do nosso trabalho é retida sem qualquer justificativa jurídica.

Se você apoia o trabalho da Folha Política, que há 10 anos mostra os fatos da política brasileira, e pode ajudar o jornal a permanecer em funcionamento, doe qualquer valor através do Pix, usando o QR Code que aparece na tela ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem enfrentando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer controlar a informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...