sexta-feira, 18 de novembro de 2022

Guedes se enfurece com mentiras da equipe de Lula: ‘Cala a boca e vai trabalhar’


Em pronunciamento no decorrer de evento do Ministério da Economia, Paulo Guedes, responsável pela pasta no Governo Bolsonaro, enfureceu-se diante de mentiras e distorções propagandas pela equipe de Lula e por seus aliados na velha imprensa. O economista apresentou os resultados amealhados com as políticas adotadas por sua gestão e desabafou a respeito da insistência de grupos políticos e midiáticos no uso de deturpações com vistas a macular seus adversários políticos.

O ministro asseverou: “Só mentira! Quarenta milhões de pessoas passando fome. Onde estavam esses 40 milhões de pessoas passando fome que eles não descobriram antes, no governo deles? Possivelmente, estavam passando fome, mesmo, e nós descobrimos os invisíveis e atendemos. Então, é válido, para ganhar a eleição, mas para com essa conversa. Já ganhou, cala a boca, vai trabalhar, vai construir algo melhor, pois o desafio é grande e a oportunidade é maior ainda”.

Nesta toada, Guedes assestou como o Brasil tem, a despeito das dificuldades, uma enorme potencialidade: “O Brasil é, hoje, a maior fronteira aberta de investimentos no mundo, hoje. Ninguém tem tanta coisa do ponto de vista de oportunidade, exatamente pela reforma de marcos regulatórios que nós fizemos. Temos um Banco Central independente para segurar a inflação, um fiscal forte, um mercado de trabalho forte, gerando 300 mil empregos por mês, formais, mais os informais. Economia voltando com força, inflação descendo. Se fizer menos barulho e trabalhar mais com a cabeça, menos com a mentira, talvez possa ser um bom governo. Só depende de não mentir - e de outras coisas também”

Outrossim, o ministro aventou a força política do presidente Jair Bolsonaro e de seus aliados: “O presidente Jair Bolsonaro é uma força. A centro-direita tinha 30% do Congresso quando chegamos aqui em 2019. Hoje, é 70-75%. A centro-direita subiu no Brasil. O presidente ganhou em 4 das 5 regiões, 80% do PIB. Existe uma massa de brasileiros, democratas, que quer seguir a aliança de liberais e conservadores. E ela tem força no Congresso. O amor à Pátria e o respeito à democracia são maiores que as injustiças e que a parcialidade. O presidente Jair Bolsonaro vai liderar uma oposição construtiva para defender nossas liberdades”.

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 16 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...