sexta-feira, 30 de dezembro de 2022

Bolsonaro faz ‘prognóstico’ do Governo Lula, adverte para Foro de São Paulo e defende manifestantes pacíficos


Durante seu pronunciamento de despedida, antes de embarcar para os Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro fez previsões sobre o que ocorrerá no governo Lula, com o apoio dos “companheiros” do Foro de São Paulo. 

Bolsonaro disse: “Eu busquei, dentro das quatro linhas, dentro da Constituição Federal, das leis, uma saída para isso. Se havia uma alternativa, se a gente podia questionar ou não. Sei que tem muita gente que me critica quando falo de quatro linhas, mas não saí, ao longo do meu mandato, das quatro linhas, pois ou vivemos de uma democracia ou não vivemos. Muitas vezes, mesmo dentro das quatro linhas, você tem que ter apoio”

O presidente disse: “Em nenhum momento, fui procurado para fazer algo de errado. Entendo que fiz e estou fazendo até hoje a minha parte. Dentro das quatro linhas. Certas medidas têm que ter apoio do Parlamento, de alguns do Supremo, de outros órgãos, outras instituições. Não se pode acusar apenas um lado. Você, que quer resolver o assunto, pode até ter razão, mas não é fácil”

Bolsonaro apontou a falta de apoio popular do governo de Lula e possíveis consequências: “O Governo [Lula] já começa capenga, com muitas reações. Gente que votou para o lado de lá e se arrependeu, dado o que está acontecendo. Economistas como o Armínio Fraga, votou por convicção e agora diz que está com medo. Outras pessoas de nome falaram algo parecido. Parte da população também. Somos responsáveis pelos nossos atos. Nossas decisões não marcam só você a vida toda. Marcam um país a vida toda”.

Bolsonaro fez um prognóstico do que ocorrerá com o Brasil nas mãos do Foro de São Paulo: “Na posse de Lula, estará o Foro de São Paulo todo presente. Agora tem outro nome, Grupo de Puebla. Isso é um mau sinal. Onde esse pessoal assumiu, ficou pior. Temos que respeitar nossas leis, nossa Constituição, mas podemos, é direito, é dever nosso, reagir. Qualquer manifestação, como diz a lei, como há as normas, é bem-vinda. Não queremos confronto, não estimulo ninguém a partir para o confronto. É a pior maneira de resolver o assunto. Creio no patriotismo, na inteligência de vocês, na garra. Sei o que vocês passaram ao longo desses dois meses. Sol, chuva. Isso não é nada que vai ficar perdido. As imagens foram para fora do Brasil”

O presidente disse: “Tivemos manifestações espontâneas. O pessoal passou a entender o que tem a perder, o que é a política brasileira. A preocupação com o voto de cada um. As pessoas foram aos quartéis falar ‘socorro’, ‘queremos liberdade, respeito à Constituição’. Há algo de errado nisso? Estão lutando até por aqueles que os oprimem, até pela imprensa brasileira (...). A liberdade é o oxigênio da democracia. O quadro que temos a partir de primeiro de janeiro não é bom, mas não é por isso que a gente vai jogar a toalha”.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 17 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...