terça-feira, 27 de dezembro de 2022

Jornal torna-se alvo de chacota ao divulgar pesquisa Datafolha sobre aprovação do STF


Após o jornal Folha de São Paulo (que não tem qualquer relação com a Folha Política) divulgar uma pesquisa realizada pelo seu instituto Datafolha sobre a taxa de aprovação do Supremo Tribunal Federal, o jornal e o instituto tornaram-se alvos de chacota nas redes sociais. Na “matéria” divulgada pela Folha de São Paulo, a manchete ressalta que a taxa de aprovação do tribunal subiu, embora tal aprovação não represente nem um terço da população pesquisada. Enquanto 31% dos entrevistados consideram o trabalho do STF bom ou ótimo, 34% consideram o trabalho “regular” e 31% o consideram “ruim” ou “péssimo”. A maioria das respostas ao post do jornal consistiu em risadas e chacota sobre o instituto Datafolha. 

O deputado federal Marcel van Hattem afirmou: 

“Só num meio de imprensa PARCIAL e sem compromisso real com o jornalismo profissional a manchete é "imagem do STF melhora" em vez de "apenas UM TERÇO dos brasileiros considera atuação da Corte Suprema boa ou ótima".

Em que país do mundo livre e democrático o órgão máximo do Judiciário é considerado ruim, péssimo ou regular por dois terços da população? Isso é insustentável!

E a maior parte da imprensa batendo palma, passando pano, fazendo vistas grossas ao maior problema constitucional hoje do nosso país: a parcialidade e politização da sua Suprema Corte.

Temo pelos dias que virão pela frente, com a ditadura do Judiciário já em curso, vitaminada por uma imprensa omissa ou conivente, e um futuro Executivo repleto de foras-da-lei que se tornaram parceiros de quem deveria colocá-los de volta na cadeia. Pobre Brasil!”.

A internauta Adina Oliveira respondeu ao deputado, dizendo: “E que fique claro. A responsabilidade de todas as inconstitucionalidades cometidas tem sua permissão no congresso omisso”.

O internauta Patrick Muniz disse ao deputado: “Eu fui entrevistado pela primeira vez na vida. Um show de horrores as perguntas, tudo direcionado pras respostas soarem positivas pra um lado e negativas pro outro”.

A cidadã Neyde Martins disse: “É só a datafolha sendo datafolha (não desperdiçar maiúsculas com esse povo minúsculo)´”.

A internauta Luciana G Rosa disse ao deputado: “É o que melhor essa imprensa sabe fazer, distorcer a realidade. Só que eles não percebem que passou do limite faz tempo, e ninguém mais acredita em suas manchetes fantasiosas!”.

O internauta Jose Fernandes dos Santos perguntou a Van Hattem: “O senhor não se lembra do "DESPIORA", do "...MAS..."? A imprensa brasileira morreu, como jornalismo, e as redações tornaram-se meros GABINETES DO LULISMO”.

O cidadão Ricardo respondeu: “Eu acabei de ver essa matéria. Um verdadeiro exemplo de uma narrativa baseada em dados falsos ou deturpados. Esse é o resultado de uma nação que está sendo construída com mentiras, fraudes e corrupção. É evidente que todo esse "castelo" vai ruir mais cedo ou mais tarde”.

A cidadã Camila M. Guerra questionou o deputado sobre a posição do Congresso Nacional: “O senhor sabe o quanto essas prisões do Moraes são absurdas, maldosas e inconstitucionais. O congresso nos envergonha em não se opor a esses mandos e desmandos ditatoriais e mais ainda o senado, que não expulsou de lá o Pacheco até hoje. Não seriam os políticos também brasileiros?”

A internauta Vitória disse: “Eu teria é vergonha de publicar um negócio desse e querer ser chamado de jornal”.

O cidadão Robson Paiva ironizou: “Na verdade nosso STF está muito melhor!!! Muito melhor que o STF da Venezuela!!!”

O internauta Vinicius Carrion apontou: “De acordo com a “pesquisa” Datafolha, apenas 31% consideram bom ou ótimo o trabalho do STF. Para 69% o trabalho do tribunal não é bom. Por isso eles não podem sair nas ruas do Brasil e nem de outros países. Por esses números, muitos esquerdistas também não gostam do STF”.

O internauta Djamin Barbosa respondeu à Folha de São Paulo: “Merecia o prêmio de melhor humorista do ano. Mas engraçado que as piadas dos caras da Globo!”.

A internauta Abigail Silva disse: “Mentem tanto que até acreditam”. 

A cidadã Adriana Turrini disse: “a credibilidade dos números da folha é igual ao premio do homem do ano da isto é, nenhuma. São apenas pau mandado, obediência cega, esperando dinheirinhos em troca. Só e somente isso que a extrema imprensa faz. Fim!”

O cidadão Matheus Rezende afirmou: “Difícil saber quem é pior, StF, ou Folha!!!!”.

A internauta Beth perguntou: “É verdade esse “bilete”?”

O internauta Paulo Santos perguntou: “Pesquisa feita com os familiares dos bandidos que o STF soltou, foi????”.

O cidadão Carlos J S Pinheiro questionou: “Em que mundo paralelo isso acontece? Perderam a noção da realidade?”.

A internauta Gisella Fernandes riu e disse: “tão verdadeiro quanto o jornalismo que a Folha faz!”. 

O engenheiro Mauricio Finotti perguntou: “Em qual planeta vocês estão, Folha ???  "Mudem a manchete para apenas 31% consideram o STF bom." Não gostaram??? Pode ser assim também:  "2/3 dos Brasileiros consideram o STF ruim ou péssimo"

O internauta Giovani L. Lanzini disse: “A cara do DataFoice mesmo, sempre bem distante da realidade”.

O cidadão Sergio Lewin lamentou: “Que vergonha virou o jornalismo brasileiro”. 

O perfil Jorge da Pátria ironizou: “CONTINUEM ASSIM, PARABÉNS ! VCS ESTÃO LADEIRA ABAIXO!”.

O cidadão Livio Borghi resumiu: “Piada”.

O internauta Diony Peixoto disse: “2/3 reprovam !!! Melhora aonde ???? Forçaram a barra um pouquinho !!! Kkkkkkk”

A cidadã Simone Siqueira disse: “Não sei qual foi o segmento de pessoas entrevistadas pelo jornalista, mas acho que não eram brasileiros... 31% confiam nessa instituição? Acho que se ainda existir quem acredite, esse número não ultrapassa 5% ( o que já é um exagero)... Acorde, jornalista! Fale a verdade”.

O médico Pedro Helder disse: “A imagem do STF tá igual a da Folha, tirem suas próprias conclusões”. 

O internauta Cesar Matsuo perguntou: “Em que país isto?”. 

A internauta Lia Bordignon disse: “Vocês se superaram depois dessa. Que vergonha”.

Há mais de três anos, o ministro Alexandre de Moraes conduz, em segredo de justiça, inquéritos políticos direcionados a seus adversários políticos. [z12]  Em uma espécie de “parceria” com a velha imprensa, “matérias”, “reportagens” e “relatórios” são admitidos como provas, sem questionamento, substituindo a ação do Ministério Público e substituindo os próprios fatos, e servem como base para medidas abusivas, que incluem prisões políticas, buscas e apreensões, bloqueio de contas, censura de veículos de imprensa, censura de cidadãos e parlamentares, bloqueio de redes sociais, entre muitas outras medidas cautelares inventadas pelo ministro. 

O mesmo procedimento de aceitar depoimentos de testemunhas suspeitas e interessadas, e tomar suas palavras como verdadeiras, se repete em diversos inquéritos nas Cortes superiores. Esses depoimentos, “relatórios” e “reportagens”, produzidos por pessoas interessadas, embasam medidas extremas contra conservadores, sem qualquer chance de defesa ou acesso ao devido processo legal. 

A Folha Política já teve sua sede invadida e todos os seus equipamentos apreendidos. Atualmente, toda a renda do jornal está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 17 meses, todos os rendimentos de jornais, sites e canais conservadores são retidos sem qualquer base legal.  

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir o fechamento do jornal, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem fazendo a cobertura da política brasileira, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer calar vozes conservadoras. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...