domingo, 1 de janeiro de 2023

Aliado de Bolsonaro, Cláudio Castro se pronuncia ao tomar posse no Rio: ‘A jornada foi longa e árdua. O futuro será de esperança’


O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, tomou posse para seu segundo mandato na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. O governador enfatizou a superação de dificuldades e o início de uma retomada econômica do estado. 

Castro fez um agradecimento especial a sua família, dizendo aos filhos: “saibam que é a partir dos olhos de vocês que sonho com esse novo Rio de Janeiro. É aprendendo com vocês que me dedico todos os dias para ser um ser humano melhor, um pai melhor e, sobretudo, um homem político digno, justo e correto”.

O governador do Rio afirmou: “A jornada até aqui foi longa e árdua. Mas, movidos pela fé e pela coragem, seguimos em frente. Quando ninguém acreditava, fomos firmes e prosseguimos. Quando todo mundo desconfiava, enfrentamos em silêncio a caminhada, superando cada obstáculo. E, quando ninguém mais sonhava, realizamos”.

Castro lembrou: “Em agosto de 2020, assumi o governo com regime de recuperação fiscal para vencer, sem 6,2 bilhões de reais para fechar o ano. As turbulências políticas impediam a articulação em busca de solução para milhares de desempregados, muitos de volta ao mapa da fome. Os salários dos servidores estavam na iminência de atrasar. Ainda assim, sobrevivemos à pior crise da história, quando o déficit das contas públicas chegaria a incríveis 23 bilhões de reais. O estado estava imobilizado pela crise política, pela queda na arrecadação, pela incapacidade de investimento, pelo aumento do desemprego, e ainda sofria o medo e a dor provocados pela pandemia. Com união e diálogo, deixamos a espiral descendente para entrar em um círculo virtuoso”.

O governador apontou as melhoras obtidas durante seu governo e afirmou: “O passado foi de colapso. O presente é de transformação. Mas o futuro será de esperança”.

Há 10 anos, a Folha Política atua noticiando fatos, discursos, argumentos e denúncias que são obliteradas pela velha imprensa. Nosso veículo de imprensa dá voz às vozes conservadoras, ao anticomunismo, à defesa dos direitos fundamentais e da liberdade de expressão e de imprensa, além de trazer ao público os vídeos dos pronunciamentos de autoridades para que o público possa formar sua própria opinião sobre o que foi dito e não precise depender de relatos de terceiros. 

Quem controla a informação controla, em última instância, a realidade. Grupos monopolísticos e cartéis que se associam com o intuito de barrar informações contrárias ou inconvenientes atuam em conluio com a finalidade de aniquilar qualquer mídia independente, eliminando o contraditório e a possibilidade de um debate público amplo, honesto, abrangendo todos os feixes e singularidades dos mais diversos espectros políticos. Controlando as informações, o cartel midiático brasileiro tenta excluir do debate e, em última instância, da vida pública, os conservadores e os veículos que dão voz a essas pessoas. 

A renda da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com respaldo e apoio de Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. A decisão confisca, de forma indiscriminada, todas as receitas advindas do Youtube, indicando claramente que a intenção não é a de excluir conteúdos específicos, mas sim de calar o canal e eliminar o jornal. Há mais de 18 meses, toda a nossa renda é retida, sem qualquer justificativa jurídica. O atual corregedor, Benedito Gonçalves, impôs novas restrições ao canal, a pedido da coligação de esquerda que disputou a eleição.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...