segunda-feira, 2 de janeiro de 2023

Bia Kicis e Zoe Martínez apontam caráter ditatorial do governo Lula e alertam sobre a necessidade de organizar a oposição


Em live transmitida pelas redes sociais, com a comunicadora Zoe Martinez, a deputada federal Bia Kicis falou sobre as perspectivas para o país em um governo Lula e sobre a importância da direita se organizar como oposição. 

A comunicadora Zoe Martínez apontou a ironia de Lula falar muito sobre democracia em um evento para o qual ele havia convidado tantos ditadores. Ela disse: “é uma piada, o Lula falando sobre democracia, depois de chamar todos os ditadores da América Latina”. Zoe lembrou que até Nicolás Maduro foi convidado, e disse: “falar de democracia e convidar ditadores que perseguem o povo e fecham o Congresso Nacional”. Ela questionou: “De qual democracia eles falam? A democracia onde eles governam e você aceita?”. 

Bia Kicis relatou que, durante a cerimônia de sua diplomação, teve que mudar seu discurso para responder a um deputado distrital do PSOL, que, segundo ela, fez um discurso rancoroso com a intenção de dividir o povo, além de agredir os cidadãos e parlamentares de direita. A deputada assinalou que a intenção de perseguição vem sendo verbalizada abertamente por todos os agentes políticos da esquerda. Ela disse: “eles estão pregando isso. Aí vêm tirar onda de que o amor venceu o ódio? Impressionante como esse pessoal não tem nenhum apreço à democracia. Não convivem com pensamento diferente. Querem calar todo mundo e ter a hegemonia”. 

Ela ironizou as menções a “pacificação” no discurso de Lula, que contrastam com a intenção declarada de perseguir adversários, e afirmou: “eu pretendo fazer oposição ferrenha”. Bia Kicis lembrou que o governo Bolsonaro teve oposição permanente, em todos os momentos. 

A deputada apontou ainda que a esquerda dominou a cena política ao longo das últimas décadas, promovendo um intenso aparelhamento das instituições, principalmente na educação, e vem tomando e mantendo o poder através da doutrinação. Ela lembrou que, embora a Câmara tenha aprovado a lei do homeschooling, o projeto ficou parado no Senado. 

Bia Kicis explicou que a nova composição do congresso só terá sucesso se conseguir se organizar, pois a esquerda fará de tudo para minar a oposição. A deputada disse: “não sonhei em ser oposição, não é isso que eu queria, mas é isso que a vida está pedindo de mim”. Ela acrescentou: “tenho que honrar cada um dos votos que eu recebi”. 

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 18 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...