quinta-feira, 5 de janeiro de 2023

Coronel Tadeu desmoraliza Haddad e retruca Lula: ‘A galinha dos ovos de ouro está pronta para o abate?’


Em pronunciamento ao vivo, o deputado federal Coronel Tadeu, aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro, advertiu para as reprováveis práticas administrativas implementadas por Lula desde o início de seu governo. Elencando medidas de aparelhamento político-ideológico e a nomeação de indivíduos incapazes para o exercício de suas funções, o parlamentar alertou para o risco de consequências deletérias para a economia e o patrimônio dos brasileiros.

O congressista encetou: “Quatro dias de Governo Lula e eles já anunciaram o que vão fazer. O estrago. É muita coisa. Os cabides de emprego. Está tudo sendo loteado. Completamente diferente do Governo Bolsonaro, que escolhia técnicos para assumirem as funções. Agora, tudo é político. Em uma entrevista, Haddad confunde CVM com CMN. Conselho Monetário Nacional não tem nada a ver com a Comissão de Valores Mobiliários. Não sabe do assunto. Paulo Guedes vai deixar saudades. Preparado. Sabia o que estava acontecendo, o que estava fazendo. Mexia com cada centavo com maestria”.

Dessa forma, o deputado comparou: “Com Lula, só há nomeação de políticos. Partidos que vão entregar os votos. Todos estão sendo nomeados. Já viu onde vai parar essa conta, não é? (...). O povo brasileiro, nós todos, arrecadamos 2,8 trilhões de reais para os cofres públicos em impostos no ano de 2022. A arrecadação total é de cerca de 4 trilhões e trezentos milhões. O ministro da Fazenda vai cuidar desse dinheiro”.

Outrossim, Tadeu admoestou: “A Petrobras é a maior empresa brasileira. O presidente da empresa pediu demissão, resolveu antecipar a sua saída. Ele deixou o caminho aberto para o senador Prates, do PT, que vai assumir esta presidência. Se fizerem o que a Dilma fez, interferir politicamente na Petrobras, fazer política como a empresa, não vai dar certo. Eles vão conseguir afundar a Petrobras. Há uma matéria dizendo que a galinha dos ovos de ouro está pronta para o abate”.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 18 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...