segunda-feira, 16 de janeiro de 2023

Deputada Alê Silva denuncia: ‘foi instalado um verdadeiro campo de concentração e essa foi a grande inauguração do governo Lula’


A deputada federal Alê Silva, em live transmitida pelas redes sociais, apresentou notícias sobre as pessoas que foram presas em massa, no que vem sendo comparado a “campos de concentração” em Brasília, a mando do ministro Alexandre de Moraes. A deputada disse: “hoje nós já podemos falar, sem medo de errar, que, no Brasil, foi instalado um verdadeiro campo de concentração e essa foi a grande inauguração do governo Lula. Então, foi no governo Lula, um governo comunista, que nós tivemos instalado o primeiro campo de concentração da América Latina”.

A deputada rebateu narrativas da extrema-esquerda, que alegam que as pessoas não estariam presas por estarem com seus celulares, e explicou que há interesse em descaracterizar as prisões, por conta das flagrantes ilegalidades. Alê Silva alertou sobre as violações a direitos humanos que estão sendo observadas e afirmou que já há representações aos órgãos internacionais. Ela lembrou que as prisões são federais, diretamente subordinadas ao ministro da Justiça de Lula, Flávio Dino. A deputada enfatizou ainda que a imensa maioria das pessoas que foram levadas aos campos de prisões em massa não teve qualquer participação nos atos de vandalismo. 

Apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 18 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...