sexta-feira, 13 de janeiro de 2023

Deputada Zanatta desmoraliza Lula, envia forte mensagem de fé e esperança ao Brasil e refuta demagogia


A deputada federal eleita Júlia Zanatta, aliada do ex-presidente Jair Bolsonaro, desmoralizou Lula ao expor a demagogia de seu governo no que concerne às medidas voltadas aos trabalhadores em geral e cidadãos pobres. A parlamentar eleita apontou: “Já nos primeiros atos do Governo Lula, ele demonstrou que quer que o pobre não saia da pobreza. Ele não aumentou e nem vai aumentar o salário mínimo. Vai aumentar os impostos. Vai cancelar, seu ministro já anunciou, o saque aniversário do FGTS. Atitudes que geram dinheiro direto para o bolso daqueles que mais precisam. Por quê? Porque o FGTS banca vários programas sociais do governo. Ele não quer dinheiro no seu bolso. Ele quer na conta do governo para poder bancar o bonzinho com o seu dinheiro”. Júlia Zanatta prosseguiu: “O tal pai dos pobres quer o pobre eternamente na pobreza”.

A deputada afirmou que o governo de Lula já está dando mostras de suas intenções, com a intensa perseguição e censura, e disse: “A esquerda já está mostrando suas garras no poder, mas não iremos nos acovardar! A cada mentira que eles contarem, nós mostraremos a verdade e enfrentaremos eles no Congresso, na Justiça e onde for preciso. Não se esqueçam nunca: a única luta que se perde é a que se abandona. Nós não desistiremos!”.

Apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 18 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...