terça-feira, 24 de janeiro de 2023

Lula declara que vai usar BNDES para financiar obras na Argentina e cidadãos e parlamentares reagem: ‘não aprendeu nada’


Em sua viagem à Argentina, o presidente Lula confirmou que pretende utilizar o dinheiro dos contribuintes brasileiros, via BNDES, para financiar obras na Argentina, repetindo o modelo dos governos petistas anteriores, onde tais “empréstimos” não foram pagos. As declarações de Lula geraram preocupação e revolta. 

A deputada Júlia Zanatta lembrou: “Lula acaba de prometer novos financiamentos do BNDES para obras na Argentina. Pra quem não lembra, foi aí que  surgiram os escândalos de corrupção descobertos na Lava Jato. Países como Venezuela e Cuba nos devem mais de R$ 1 BI! O PT perdeu toda a vergonha  de roubar o Brasil”.

O deputado Paulo Eduardo Martins apontou: “O arrombamento do BNDES para financiar os "sócios" do PT já está anunciado. Para evitar isso, no ano passado apresentei o PL 3019/22, que proíbe que o BNDES empreste dinheiro para o estrangeiro. É imprescindível que o Congresso apoie essa tese. Já vimos esse filme. O fim é ruim”.

O senador Plínio Valério disse: “Ainda nem nos recuperamos da distribuição farta de recursos dos brasileiros para ditaduras amigas e o caixa do BNDES volta a ser aberto”.


O jurista Fabricio Rebelo afirmou: “Depois de todos os calotes que o BNDES já tomou das nações amigas do PT, dizer que ele vai "voltar a financiar os países latino-americanos" deveria ser enquadrado como crime de lesa-pátria”. Ele acrescentou: “Ao elogiar a economia argentina, com quase 100% de inflação ao ano e a explicação oficial de ser "psicológica", Lula vai além do escárnio. Ele demonstra seu apreço por um modelo econômico que conduz à destruição de um país, à custa do sofrimento de seu povo”.

O deputado Sanderson lembrou: “Em 19 atuei na CPI do BNDES e conheço em detalhes o estrago que Lula e sua caterva vermelha promoveram no banco. Localizamos prejuízos bilionários em contratos de empréstimos concedidos a países amigos, fortuna que até hoje não foi devolvida aos cofres públicos do Brasil. Ver Lula “oferecendo” recursos do povo brasileiro, via BNDES, a países amigos como Argentina, Venezuela, Cuba, é revoltante. Faltando recursos para obras de infraestrutura no Brasil e esse asqueroso tratando dinheiro público como se fosse seu. Não aprendeu nada na cadeia!”. 

O senador Flavio Bolsonaro disse: “Já assistimos esse filme antes…”

O deputado Carlos Jordy ironizou: “Lula fala que o BNDES voltará a financiar os países latino-americanos. O brasileiro já tomou calote bilionário de Cuba, Venezuela e Argentina e agora esse criminoso quer nos obrigar a financiar ditaduras novamente. A picanha que ele prometeu é para os hermanos. Fazueli!”. O deputado acrescentou: “Os 2 pontos mais importantes q a oposição precisa se engajar nesse início de legislatura são os financiamentos do BNDES às ditaduras caloteiras e a moeda comum Brasil-Argentina. Uma coisa q aprendemos com o PT foi como fazer oposição; faremos o mesmo para impedir esse escárnio”.

O empresário Flávio Augusto, fundador da Wise Up, afirmou: “Lula voltou a falar hoje que vai financiar via BNDES obras em outros países. Não aprendeu nada”.

O investidor Leandro Ruschel respondeu: “Claro que ele aprendeu! Aprendeu que no Brasil o crime compensa”. Ruschel propôs uma “tradução” para o discurso de Lula: “Traduzindo: novamente, dinheiro dos impostos dos brasileiros será utilizado para financiar ditaduras comunistas de companheiros do Foro de São Paulo”. 

O deputado estadual Daniel José também propôs uma tradução: “Lula disse que o BNDES vai voltar a financiar obras de engenharia no exterior. Traduzindo: O Brasil vai voltar a tomar calote das ditaduras que Lula admira”.

O ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, disse: 

“Bom dia a todos. O governo do PT anuncia a retomada de um dos grandes erros cometidos por eles, que foi usar o BNDES para financiar governos falidos de esquerda.

Financiar com recursos públicos, a juros subsidiados, quem não tem condição de pagar, por motivos políticos, já levou a grandes prejuízos aos cofres públicos.

Por que eles não mostram o que não recebemos até hoje dos financiamentos por eles concedidos?

Por exemplo, Cuba já pagou o tal Porto feito pela Odebrecht? Ao menos recebemos os tais charutos de garantia e os vendemos ?

Depois desse anúncio, só vai ficar faltando voltarem a sua política de campeões nacionais para financiarem meliantes como os da JBS.

E para continuarem a sua política externa equivocada, ainda vêm falar de moeda comum com a quebrada Argentina.

Tudo isso é só política, para tentarem salvar um governo de esquerda que quebrou a Argentina e, que, às custas do socorro do Brasil, querem tentar uma reeleição que já estava perdida.

É assim que falam que o Brasil vai voltar ao cenário internacional? Financiando com o nosso dinheiro, a juros subsidiados, governos de esquerda quebrados, e ainda inventando uma moeda comum com uma economia quebrada como a deles?

Só falta voltarmos a dar dinheiro a Venezuela e a Cuba de novo.

E ainda por cima estão querendo financiar um gasoduto na Argentina, chamado “Vaca Muerta “. Não é porque a vaca é morta que o dinheiro do brasileiro tem de morrer também”.

O deputado Luiz P. O. Bragança afirmou: “O “novo governo” não sabe governar o Brasil.  Sabe entregar o Brasil ao governo dos argentinos, venezuelanos e outros incompetentes que sabem o que querem do Brasil”.

O deputado eleito Mendonça Filho, ex-ministro da educação, disse: 

“Mesmos erros! O PT não aprendeu com o passado… o Brasil cheio de problemas e ainda querer carregar a Argentina quebrada nas costas...

Moeda única para salvar a Argentina é o chamado abraço de afogados. Financiar gasoduto argentino, quando o Brasil, infelizmente, não dá conta dos seus próprios problemas, é um escárnio.

É importante lembrar que o populismo levou a Argentina, um dos países de melhor renda média da América Latina, a conviver há anos com uma hiperinflação crônica e com a população cada vez mais pobre”.

A economista Renata Barreto explicou: 

“Lula elogiou a economia e política da Argentina, um país com quase 100% de inflação, 40% da população na pobreza e insistindo em medidas estapafúrdias como congelamento de preços, emissão de moeda e aumento do gasto público.

Disse que temos que respeitar o “modelo cubano”, fingindo que isso não significa ditadura. Culpou o embargo pelos problemas causados pelo socialismo, sem contar que o embargo não impediu os EUA de serem o maior parceiro comercial de Cuba. Eles pedem, apenas, que paguem à vista.

Disse que a moeda em comum seria para reduzir a dependência do dólar nas transações do Mercosul e que os Bancos Centrais fariam seus acertos de contas. Ah sim, seria uma beleza. Acho bem possível, inclusive, ele querer acabar com a independência do BC, que sempre foi contra. 

Disse também que o BNDES deve pensar em como realizar o financiamento do gasoduto argentino, que já havia sido anunciado pela secretária de energia, no valor de R$689 milhões. Na época, o BNDES disse que não havia sido consultado, mas claro que as negociações já haviam começado.

Segundo Lula, o Brasil só saiu da crise de 2008 por causa do BNDES. Nessa época, financiou a JBS, Marfrig, Oi, Odebrecht, etc. Na cabeça de Lula e sua equipe, a resposta para crises e para crescimento da economia sempre vem do Estado, com aumento do gasto público e do subsídio.

O total de subsídios nas operações de créditos do BNDES à Odebrecht foi de R$646 milhões entre 2003 e 2018. Essa é a diferença entre o juro cobrado e a taxa de juros básica da época. Isso sem contar o prejuízo depois que a companhia pediu recuperação judicial.

Ah, lembrando que algumas dessas obras foram feitas no exterior e tomamos calote em de Cuba, Moçambique e Venezuela. Uma farra de dinheiro paga por VOCÊ que paga impostos.

Enquanto isso, Alberto Fernandez diz que a inflação da Argentina é um problema que está na cabeça das pessoas. 🤡

Essa parceria vai ser ótima, sim. Pra eles. A gente vai se ferrar de verde, amarelo, azul e branco”. 

O advogado Edgar Moury Fernandes Neto apontou: “A própria denominação do BNDES - Banco NACIONAL de Desenvolvimento Econômico e Social indica que os seus recursos não se podem usar para financiar obras e serviços no exterior. Gestor que ignora o objetivo social do Banco e o desvia de sua finalidade comete ato de improbidade”.

O deputado estadual Heni Ozi Cukier questionou: 

“Em menos de um mês, Lula já provou que todos os receios de sua volta eram justificados:

- Atacou a imprensa

- Criticou o Banco Central independente

- Elogiou ditadores amigos

- Prometeu que o BNDES vai voltar a levar calote no exterior

Esse é o governo que pacificaria o país?”

O presidente do Novo, Eduardo Ribeiro, ironizou: “O Brasil cresce abaixo da média mundial há quatro décadas. Ainda assim, Lula diz que vai usar o BNDES para "ajudar países vizinhos a crescer". Na última vez que fizeram isso, a única coisa que cresceu foram as propinas para o PT”.

Muitos brasileiros estão vivendo sob o jugo de uma ditadura, em que seus direitos e garantias fundamentais estão sendo desrespeitados. O país tem presos políticos e pessoas, jornais e sites censurados. A totalidade da renda da Folha Política, e também de outros canais e sites conservadores, está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, em uma decisão que recebeu o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 18 meses, os rendimentos de jornais, canais e sites conservadores são retidos sem previsão legal. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política, que há 10 anos mostra os fatos da política brasileira, e pode ajudar o jornal a permanecer em funcionamento, doe qualquer valor através do Pix, usando o QR Code que aparece na tela ou o código ajude@folhapolitica.org.  Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando para você os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...