quarta-feira, 11 de janeiro de 2023

Senador Marcos do Val denuncia hipocrisia de Lula e se pronuncia no Senado após visita a ‘campo de prisões em massa’ e envia mensagem


O senador Marcos do Val pronunciou-se no Congresso Nacional denunciando atos de hipocrisia, incompetência e omissão de Flávio Dino, ministro da Justiça do Governo Lula, e abordando os resultados de fiscalização empreendida em área da Polícia Federal em Brasília que vem sendo instrumentalizada como um campo de detenções e prisões em massa.  

Nesta toada, Marcos do Val questionou atos hipócritas do presidente Lula, externando sua indignação diante de manipulações do discurso com finalidades políticas.

O congressista ressaltou: “Eu não posso aqui fingir que eu não tenho a conclusão de que o Governo Federal, sabendo do que ia acontecer, queria lacrar ou queria sujar a imagem da direita. Eu fiz um ofício para os ministros com questionamentos, porque eu sei que eles foram informados. Eu sei quais serão as respostas, mas aqui eu estou falando para toda a sociedade brasileira que o Presidente [Lula], que está com discurso de união, está com discurso de integração, de que tem que estar todo mundo junto e não sei o quê, fez aquele evento maravilhoso com os Governadores, mas se usando de uma tragédia para isso. E ele sabia que isso ia acontecer, gente! Usar de meios para [se aproveitar]... politicamente de um fato como esse”.

Por meio das redes sociais, o parlamentar complementou: “ATENÇÃO! Prezados, estive no local para verificar as condições em que os detidos estão. Recebi uma onda de mensagens e vídeos terríveis. Fui dormir aflito. Pois bem. Pela manhã, fui à Polícia Federal. De pronto, fui recebido pela equipe de policiais. Fiquei muito consternado com a situação, quando vi aquela multidão aglomerada, gritando por liberdade. Iniciei uma conversa com os manifestantes e fui informado que, por parte da PF, está havendo esforços hercúleos para garantir condições mínimas de dignidade para todos. As imagens que estavam circulando nos deixaram muito preocupados, mas a realidade de hoje já é outra. Não estou aqui para passar pano na situação que, para mim, é inadmissível, pois quem estava no QG de forma pacífica não teria que estar detido (e é por esses que irei lutar). Quem tem que receber punição, é quem praticou vandalismo. Enfim… voltando ao dia de hoje… Venho informá-los que já foi montado um hospital de campanha, com mais de 30 médicos, com atendimento 24hs. Informo também que houve nenhuma morte, isso é fake news e que todos os idosos e crianças foram levados para a rodoviária. O ‘campo de concentração’ já está sendo esvaziado. A PF disponibilizou uma sala para a Defensoria Pública e outra para os advogados, voluntários e etc. A questão é que ainda há ansiedade e o medo de serem presos, muitos injustamente - ressalto. E isso tem levado a síndrome do pânico, pressão alta. Tentei tranquilizá-los e passar confiança de que a PF, os bombeiros estão lá para auxiliá-los. Vamos separar o joio do trigo para que inocentes não sofram. Trabalharei com as demais autoridades para pôr fim a isso, o mais rápido possível. Não será fácil: a luta é contra o sistema. Seguirei informando a todos. Contem comigo”.

Em seguida, o senador complementou: “Familiares, amigos e seguidores, peço que vocês se preparem para os ataques que passarei a receber a partir de hoje, dia 11 de janeiro. Estou com provas que mostram claramente que Lula e os Ministros, já sabiam que os manifestantes iriam na praça dos três poderes, para cometer os atos de vandalismo. Ontem eu já fiz a denúncia nas redes sociais, hoje farei na imprensa e nos órgãos fiscalizadores. Tenham força, tentarão criar notícias falsas para destruir a minha honra. Não estarei sozinho nessa missão, Deus estará comigo!”.

Há 10 anos, a Folha Política atua noticiando fatos, discursos, argumentos e denúncias que são obliteradas pela velha imprensa. Nosso veículo de imprensa dá voz às vozes conservadoras, ao anticomunismo, à defesa dos direitos fundamentais e da liberdade de expressão e de imprensa, além de trazer ao público os vídeos dos pronunciamentos de autoridades para que o público possa formar sua própria opinião sobre o que foi dito e não precise depender de relatos de terceiros. 

Quem controla a informação controla, em última instância, a realidade. Grupos monopolísticos e cartéis que se associam com o intuito de barrar informações contrárias ou inconvenientes atuam em conluio com a finalidade de aniquilar qualquer mídia independente, eliminando o contraditório e a possibilidade de um debate público amplo, honesto, abrangendo todos os feixes e singularidades dos mais diversos espectros políticos. Controlando as informações, o cartel midiático brasileiro tenta excluir do debate e, em última instância, da vida pública, os conservadores e os veículos que dão voz a essas pessoas. 

A renda da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com respaldo e apoio de Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. A decisão confisca, de forma indiscriminada, todas as receitas advindas do Youtube, indicando claramente que a intenção não é a de excluir conteúdos específicos, mas sim de calar o canal e eliminar a empresa. Há mais de 18 meses, toda a nossa renda é retida, sem qualquer justificativa jurídica. O atual corregedor, Benedito Gonçalves, impôs novas restrições ao canal, a pedido da coligação de esquerda que disputou a eleição.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando a realidade da política brasileira e quebrando barreiras do monopólio da informação. Com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...