quinta-feira, 20 de abril de 2023

Deputado Gilberto Silva exige providências após vídeos de ministro de Lula: ‘precisamos fazer justiça aos cidadãos que estão presos até hoje de forma ilegal’


Durante sessão do plenário da Câmara, o deputado Gilberto Silva se manifestou sobre os vídeos que mostram o ministro de Lula, general Gonçalves Dias, interagindo alegremente com invasores, no interior do palácio do Planalto. O deputado enfatizou que os vídeos mostram a responsabilidade do governo Lula no episódio e, essencialmente, demonstram a necessidade de justiça para os cidadãos presos injustamente. 

O deputado afirmou: “as imagens e as provas irrefutáveis de hoje sobre o descondenado e ex-presidiário Lula têm a digital dele. Agora está mais claro do que nunca por que o desgoverno Lula não quer mostrar as imagens à população”.

Cabo Gilberto Silva lembrou o episódio histórico do incêndio do parlamento alemão para colocar a culpa na oposição e instaurar uma ditadura, e disse: “A mesma coisa aconteceu aqui”. O deputado lembrou que o ex-ministro Anderson Torres e o comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal foram presos, e o governador do DF foi afastado, tudo muito rapidamente. O deputado apontou que a justiça brasileira, “infelizmente, para um lado é muito forte: agiu rapidamente para tirar de foco o que verdadeiramente importa, ou seja, a digital do desgoverno Lula nos atentados à nossa democracia. Isso está provado”. 

O deputado questionou se o judiciário brasileiro continuará demonstrando parcialidade: “Agora queremos saber se a Justiça do nosso País, se a Suprema Corte deixará o Ministro solto ou se irá soltar Anderson Torres. As duas coisas não podem acontecer: ou uma, ou outra. O pau que dá em Chico tem que dar em Francisco. Justiça, funcione! Ou prenda o Ministro de Lula, ou solte Anderson Torres. É preciso imparcialidade. Não podemos aceitar que as coisas continuem desta forma”. Gilberto Silva acrescentou: “Impeachment já para o Sr. Lula! O descondenado tem que voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído: a cadeia”.

Algumas horas mais tarde, após o ministro de Lula faltar à sessão onde deveria ter sido ouvido por parlamentares e pedir demissão, o deputado Gilberto Silva voltou a se manifestar, apontando: “a exoneração do Sr. Ministro General do Lula não tira a digital do Governo dos atos que vínhamos falando aqui há bastante tempo. É importante a CPMI mais do que nunca, para trazer a verdade ao povo brasileiro. Que o Governo facilitou, isso aí já está mais do que provado, principalmente com as imagens de hoje”. Ele disse: “Quero deixar claro que a oposição ao desgoverno Lula ficará vigilante, para que Lula seja punido diretamente por ter deixado tudo isso ocorrer. Tudo foi arquitetado pelo desgoverno Lula. Impeachment já!”. 

O deputado lembrou que, enquanto o ministro apresenta atestado para não ir à Câmara e, imediatamente, participa de reuniões no governo e concede entrevistas ao grupo Globo, há cidadãos que permanecem presos ilegalmente. Gilberto Silva lembrou as circunstâncias das prisões em massa ordenadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, e rebateu as narrativas apresentadas em defesa de Lula. Ele apontou: “observamos hoje, através de imagens claras, evidentes, que o Governo Lula tem a sua digital nesse evento, como estávamos suspeitando. Assim também ocorreu, e já deixamos isso claro, em outros países com outras estratégias políticas de governos que queriam utilizar esses artifícios de falsa defesa da democracia, uma cortina de fumaça para atropelar a Oposição. E foi o que ocorreu, com prisões ilegais relacionadas aos atos do dia 8”. O deputado pediu: “precisamos fazer justiça aos cidadãos que estão presos até hoje de forma ilegal”.

Muitos brasileiros estão vivendo sob o jugo de uma ditadura, em que seus direitos e garantias fundamentais estão sendo desrespeitados. O país tem presos políticos e pessoas, jornais e sites censurados. A totalidade da renda da Folha Política, e também de outros canais e sites conservadores, está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, em uma decisão que recebeu o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Todos os rendimentos de mais de 20 meses de trabalho de jornais, canais e sites conservadores estão sendo retidos sem previsão legal. 

Se você apoia o trabalho da Folha Política, que há 10 anos mostra os fatos da política brasileira, e pode ajudar o jornal a permanecer em funcionamento, doe qualquer valor através do Pix, usando o QR Code que aparece na tela ou o código ajude@folhapolitica.org.  Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem mostrando para você os fatos da política brasileira, fazendo a cobertura dos três poderes, e dando voz a pessoas que o cartel midiático quer calar. Pix: ajude@folhapolitica.org

Toda a renda gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE. Ajude a Folha Política a continuar o seu trabalho. Doe por meio do PIX: ajude@folhapolitica.org  
Depósitos / Transferências (Conta Bancária): 
Banco Inter (077)
Agência: 0001
Conta: 10134774-0
Raposo Fernandes Marketing Digital LTDA (Administradora da Folha Política)
CNPJ 20.010.215/0001-09
-
Banco Itaú (341)
Agência: 1571
Conta: 10911-3
Raposo Fernandes Marketing Digital LTDA (Administradora da Folha Política)
CNPJ 20.010.215/0001-09

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...