terça-feira, 27 de setembro de 2022

Bolsonaro ‘estoura’ com Alexandre de Moraes após perseguição: ‘esqueça a minha esposa. Isso é comportamento de pessoas vis’

Em live transmitida por suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro fez um forte desabafo contra as ações do ministro Alexandre de Moraes após a Folha de São Paulo, do grupo UOL, divulgar dados da quebra de sigilo bancário de seu ajudante de ordens. O presidente explicou que seu ajudante de ordens faz pagamentos de despesas de sua família, com o dinheiro de seu salário, o que é uma de suas funções. 

Bolsonaro afirmou: “o senhor Alexandre de Moraes colocou o Cid no inquérito das fake news, quebrou o sigilo dele. Aí a Folha de São Paulo… já está errado que o Alexandre de Moraes vazou”. O presidente prosseguiu: “não vem falar que foi a polícia federal, porque esse pessoal da PF come na sua mão. Foi você que vazou”. 

Bolsonaro retruca após Joaquim Barbosa, ex-ministro do STF, declarar apoio a Lula e questiona renúncia

Durante transmissão ao vivo, o presidente Jair Bolsonaro comentou o vídeo do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, em apoio ao ex-presidente Lula. Bolsonaro lembrou que Joaquim Barbosa participou dos julgamentos do mensalão e condenou figuras importantes do petismo, e lembrou ainda que o ministro chegou a mencioná-lo durante um julgamento, dizendo que Bolsonaro foi o único a votar contra o governo petista à época. 

O presidente disse: “Mas agora, depois de uma passagem pelo Supremo…  ninguém entende por que renunciou. Alguma coisa aconteceu. Não vou falar o que eu penso. Mas o meu pensamento, tenho certeza de que vai estar de acordo com o da maioria de vocês. Renunciou. “Não quero mais ser ministro do Supremo”. Alguma coisa aconteceu. Ele se preocupou com alguma coisa, ou foi por questão de foro íntimo, não sei. E agora, o que ele faz? Grava um vídeo de apoio ao Lula, o chefe da roubalheira!”.

Bolsonaro monta em touro e discursa para multidão surpreendente em Pernambuco

A presença do presidente Jair Bolsonaro em Petrolina, Pernambuco, para receber o título de cidadão honorário da cidade, após uma “motociata” que foi até Juazeiro, na Bahia, atraiu uma multidão à cidade, que lotou a praça para ouvir o pronunciamento do presidente. Bolsonaro confraternizou com os cidadãos da cidade, chegando a montar em um touro, e sendo aclamado pela multidão. 

A renda deste vídeo e de todos os outros da Folha Política está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com respaldo e apoio de Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. O ministro Salomão decidiu, de forma monocrática e em um inquérito administrativo, confiscar toda a renda da empresa, a pretexto de impedir a divulgação de discursos que não lhe agradam. 

Bolsonaro repudia Lula diante de multidão na Bahia e é aclamado: ‘Nós não queremos um ladrão chefiando o governo federal’

O presidente Jair Bolsonaro discursou a uma multidão vestida de verde e amarelo em Juazeiro, na Bahia, após uma “motociata” que partiu de Petrolina, em Pernambuco. O presidente lembrou aos cidadãos que foram os governadores e prefeitos que proibiram as pessoas de trabalharem e de frequentarem igrejas, obrigando-as a ficarem em casa. Ele comparou: “o governo federal, por outro lado, fez tudo para atender aos mais necessitados”, lembrando o Auxílio Brasil. 

Bolsonaro comemora recepção surpreendente em Petrolina, Pernambuco: ‘uma concentração enorme’

O presidente Jair Bolsonaro se manifestou, durante live transmitida por suas redes sociais, sobre a impressionante recepção que teve em Pernambuco, terra natal do ex-presidente Lula. Bolsonaro estava em Petrolina, chegando ao local de partida de uma “motociata” que irá até Juazeiro, na Bahia, e agradeceu pela recepção dos cidadãos, que compareceram em grandes números para ver o presidente. 

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 14 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Bolsonaro chega a Petrolina, em Pernambuco, e é aclamado a caminho de ‘motociata’

O presidente Jair Bolsonaro chegou a Petrolina, em Pernambuco, onde participará de uma “motociata” que irá até a cidade de Juazeiro, na Bahia. Na chegada, Bolsonaro foi recepcionado por uma multidão no aeroporto, e saiu em desfile em carro aberto, sendo aclamado, aos gritos de “mito”, pelos populares que se alinharam ao longo das calçadas, vestidos de verde e amarelo e com bandeiras do Brasil. 

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 14 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

segunda-feira, 26 de setembro de 2022

Deputado faz forte desabafo sobre perseguição do TSE contra Bolsonaro e cobra senadores: ‘falta coragem. Ficam de cócoras, capachos do STF’

Em transmissão ao vivo, o deputado federal Bibo Nunes desabafou sobre o tratamento concedido pelo Tribunal Superior Eleitoral ao presidente Jair Bolsonaro, em especial a decisão de proibir o presidente de fazer lives em sua própria residência. Bibo Nunes disse: “essa atitude de proibir o presidente da República, na sua casa, na sua moradia, no seu domicílio, onde ele mora, proibir o presidente de fazer uma live. Olha o absurdo! A que ponto chegou o desespero político desse TSE partidarizado?”. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...