segunda-feira, 13 de fevereiro de 2023

Coronel Tadeu retruca ‘guerra’ deflagrada por Lula e pelo PT contra o Banco Central: ‘Na Argentina, só emite moeda’


Em transmissão ao vivo, o ex-deputado federal Coronel Tadeu abordou a guerra deflagrada por Lula e pelo PT contra o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e a pauta da esquerda para anular a independência do Banco, tornando o país vulnerável a aumentos descontrolados na inflação.

O coronel frisou: “Essa semana foi pautada por uma verdadeira guerra contra o Banco Central (...). A semana toda se falou dessa briga por conta dos juros, 13,75%. É quem dita os juros. O presidente do Banco Central é considerado um dos melhores do mundo. Não está lá de graça, é muito bem preparado. A gente precisa dosar os juros, segurar a inflação, senão os preços disparam, para que Banco Central, a inflação dispara. Como na Argentina, inflação a 100% e o que o Banco Central faz? Emite moeda”.

Dessa maneira, o ex-parlamentar explicou: “Na Argentina, os preços vão crescendo nas gôndolas, nos supermercados. O Governo Lula resolveu brigar com o Banco Central, mas tem de fazer o que precisa ser feito. Se o governo reduz os gastos, reduz a inflação. É isso que a gente precisa: segurar a mão, não gastar mais. Aí, a inflação fica sob controle e a inflação volta ao normal. É o que a gente precisa. Infelizmente, esse governo veio para gastar e isso atrapalha demais”.

Tadeu abordou, ademais, o iminente retorno de Bolsonaro ao Brasil: “Ele anunciou que, no início de março, estará de volta ao Brasil. Ele vem com tudo, com vontade de participar da política. Espero que ele possa rodar o Brasil, todos os estados. Temos uma luta muito grande pela frente. Não desista. Eu não desisto do meu Brasil. O Brasil é o melhor país do mundo. Tem de tudo. A gente só não consegue eleger os políticos corretos para tratar do Brasil com carinho. Tem muita corrupção”.

A ditadura da toga segue firme. O Brasil tem hoje presos políticos e jornais, parlamentares e influenciadores censurados. A Folha Política tem toda sua receita gerada desde 1º de julho de 2021 confiscada por uma ‘canetada’ do ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, com o aplauso e o respaldo dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Além disso, todas as receitas futuras do jornal obtidas por meio do Youtube estão previamente bloqueadas. Há mais de 19 meses, todos os rendimentos do jornal estão sendo retidos sem justificativa jurídica. 

Anteriormente, a Folha Política teve sua sede invadida e TODOS os seus equipamentos apreendidos, a mando do ministro Alexandre de Moraes. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando como sempre, de domingo a domingo, dia ou noite, para trazer informação sobre os três poderes e romper a espiral do silêncio imposta pela velha imprensa, levando informação de qualidade para todos os cidadãos e defendendo os valores, as pessoas e os fatos excluídos pelo mainstream, como o conservadorismo e as propostas de cidadãos e políticos de direita.

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a evitar que o jornal seja fechado pela ausência de recursos para manter sua estrutura, cumprir seus compromissos financeiros e pagar seus colaboradores, doe por meio do PIX cujo QR Code está visível na tela ou por meio do código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

A Folha Política atua quebrando barreiras do monopólio da informação há 10 anos e, com a sua ajuda, poderá se manter firme e continuar a exercer o seu trabalho. PIX: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...